Cada vez mais mulheres atuam nas Melhores Empresas para Trabalhar

Pesquisa mostra que 44% dos postos de trabalho das 100 melhores empresas eram ocupados por mulheres em 2007

SÃO PAULO – A pesquisa “Melhores Empresas para Trabalhar – Brasil”, realizada pela consultoria internacional Great Place do Work, mostra uma ascensão das mulheres nas empresas mais disputadas pelos profissionais.

Na edição de 2007, a pesquisa registrou que 44% dos postos de trabalho das 100 melhores empresas eram ocupados por mulheres, sendo que 32% das profissionais atuavam em cargos de liderança e seis das melhores empresas brasileiras têm mulheres na presidência.

Em 2006, esses percentuais eram de 38% e 31%, respectivamente. Há dez anos, apenas 11% dos cargos de liderança eram ocupados por mulheres.

Realidade em outros países

PUBLICIDADE

Ao analisar o ambiente corporativo no México, na pesquisa “As Melhores Empresas para Trabalhar – México”, em 2007, o Great Place to Work aponta o índice de 41% da participação feminina nas 100 melhores empresas mexicanas, sendo que 16% são cargos de direção e 31% de gerência. Isso mostra que, no Brasil, o avanço foi mais intenso.

Em contrapartida, a edição 2008 da pesquisa “Melhores Empresas para Trabalhar – Estados Unidos”, publicada pela revista Fortune, mostra que as americanas ocupam 49% dos postos de trabalho das 100 empresas mais invejadas do mercado.

Aliás, em 38% delas as mulheres são maioria. Quanto aos cargos de chefia, 42% das melhores empresas norte-americanas contam com elas em posições estratégicas.