AO VIVO Analista Guilherme Cadonhotto revela uma de suas ações preferidas para viver de renda

Analista Guilherme Cadonhotto revela uma de suas ações preferidas para viver de renda

Oportunidade

Busca por esse profissional aumentou 50%; salário é de até R$ 30 mil

Alguns dos requisitos da profissão é a formação em administração ou direito

SÃO PAULO – Segundo um levantamento da empresa de recrutamento Michael Page, as empresas têm procurado gerentes executivos de gestão patrimonial e prevenção de perdas por conta dos furtos e roubos cada vez mais recorrentes. A busca por esse executivo aumentou 50% no primeiro semestre, aponta a pesquisa.

A remuneração média mensal desse profissional varia entre R$ 18 mil e R$ 30 mil, de acordo com o tamanho da empresa. “Um dos requisitos primordiais para ocupar um cargo de confiança dentro de grandes corporações é o domínio do inglês, pois esse profissional, em alguns casos, tem que se reportar diretamente para um executivo estrangeiro”, explicou o gerente da Michael Page, Lucas Rizzardo.

Outro requisitos para a profissão é a formação em administração ou direito, embora destaquem-se os profissionais que iniciaram carreira no Exército ou na polícia e, posteriormente, migraram para o mundo corporativo.

“Desde o ano passado, o cenário econômico continua desafiador e companhias perceberam que ainda estavam perdendo receita em uma área específica, a de segurança. Diante disso, resolveram reforçar seus times. O profissional de segurança patrimonial e prevenção de perdas é extremamente estratégico para o negócio, pois seu desempenho tem impacto direto no caixa das empresas”, continuou Lucas.

O roubo de cargas pode chegar a custar R$ 2 milhões para as empresas, segundo a consultoria Marsh.