Buffett e Gates concordam que todo mundo deve ler este livro – e dão mais dicas

Uma sugestão quase universal dos grandes empresários e pessoas de sucesso é a leitura 

Giovanna Sutto

Publicidade

SÃO PAULO – Uma sugestão quase universal dos grandes empresários e pessoas de sucesso é a leitura. Se você está em busca de recomendações de bons livros, os bilionários Warren Buffett e Bill Gates têm a resposta. Ambos apontaram o livro Enlightenment Now: The Case For Reason, Science, Humanism, And Progress” (O esclarecimento de agora: o caso para razão, ciência, humanidade e progresso”, em tradução livre), de Steven Pinker, como leitura obrigatória.

Em entrevista a um programa do site CNBC, eles compartilharam dicas de leitura de seus livros preferidos. Buffett afirmou que é necessária especialmente a leitura do capítulo 4 do livro, porque “há razões muito interessantes para ser otimista sobre o mundo”, enquanto Gates recomenda o livro inteiro e observa que “é mais trabalhoso do que muitos livros, mas é realmente fantástico”.

O livro conta a história do progresso humano, argumentando que os humanos têm as ferramentas que precisam para prosperar nos tempos modernos. “Pinker mostra que a vida, a saúde, a prosperidade, a segurança, a paz, o conhecimento e a felicidade estão em ascensão, não apenas no Ocidente, mas em todo o mundo”, segundo o co-fundador da Microsoft.

Continua depois da publicidade

Não é a primeira vez que Gates compartilha seu gosto pelo livro de Pinker, em janeiro ele escreveu um texto para o seu blog comentando os principais pontos da obra e fazendo vários elogios. “É um livro que todo mundo deveria ler”, afirma. 

Buffett comentou também durante a entrevista que todo mundo deve ler o capítulo 8 de “O Investidor Inteligente”, de Benjamin Graham.

O bilionário também recomenda outro dos seus favoritos atuais, “Factfulness: Ten Reasons We’re Wrong About the World?” (“Fatos errados: 10 razões que estamos errados sobre o mundo”, em tradução livre), de Hans Rosling, professor de saúde global.

Continua depois da publicidade

A obra explora porque os humanos estão consistentemente errados sobre os problemas comuns que o mundo enfrenta. Em vez de tomar decisões baseadas em fatos e dados, os humanos são amplamente influenciados por preconceitos inconscientes, conta Gates.   

As indicações dos bilionários são mais sobre a vida e o mundo do que especificamente dinheiro e negócios, ambos valorizam esse tipo de leitura que acrescenta mais visão de mundo do que habilidade de gerenciar uma empresa. 

Quer investir na sua carreira? Abra uma conta na XP. 

Giovanna Sutto

Repórter de Finanças do InfoMoney. Escreve matérias finanças pessoais, meios de pagamentos, carreira e economia. Formada pela Cásper Líbero com pós-graduação pelo Ibmec.