Brasileiros são os que mais pretendem contratar no quarto trimestre

No Brasil, 44% dos empregadores esperam aumentar a força de trabalho no próximo trimestre, diz pesquisa do Manpower Group

SÃO PAULO – Os empregadores brasileiros estão otimista no que diz respeito à contratação para o último trimestre deste ano.

De acordo com pesquisa divulgada nesta terça-feira (13) pelo Manpower Group, em um total de 41 países, o Brasil é o que mais fortemente reporta planos de contratação, com 44% dos empregadores esperando aumentar a força de trabalho no quarto trimestre.

No geral, revela o levantamento, 36 dos 41 países pesquisados pretendem contratar. Além do Brasil, destacam-se Taiwan, Cingapura, Panamá, Nova Zelândia, Colômbia e Hong Kong.

PUBLICIDADE

O Manpower Group ouviu 65 mil empregadores de 41 países e território.

Setores
No Brasil, apenas 6% dos empregadores preveem diminuição nas contratações para o próximo trimestre, enquanto 49% não projetam nenhuma mudança neste sentido no período.

Diante deste cenário, os empregadores do setor de Administração Pública e Educação são os mais otimistas em relação às contratações de funcionários no quarto trimestre deste ano. Eles aparecem no topo da lista, com uma expectativa de 54%.

Na sequência, estão os segmentos de Finanças/Seguros e Imobiliário, com 49%, e Serviços, com 45%. “O crescimento impressionante dos negócios no Brasil, ainda que à sombra de instabilidades internacionais, é a razão por trás do otimismo dos empregadores brasileiros. A maioria continua confiante de que o desenvolvimento continuará num ritmo sustentável, o que será traduzido no crescimento dos empregos”, afirma o country manager da Manpower no Brasil, Riccardo Barberis.

A menor esperança de movimentação empregatícia se dá no setor de Agricultura, Pesca e Mineração. Para o quarto trimestre deste ano, a expectativa de contratação gira em torno dos 18%.

Indústria, Comércio, Construção e Transportes e Serviços Públicos aparecem com percentuais de 26%, 35%, 41% e 43%, respectivamente.

PUBLICIDADE

Análise regional
Considerando as regiões do Brasil, o estudo mostra que a estado de Minas Gerais e o estado de São Paulo destacam-se com as maiores expectativas para contratação no período analisado, com 41% e 40%, nesta ordem.

Em Minas Gerais e no Rio de Janeiro, os índices permanecem altos, em 38% para ambos. O estado de São Paulo aparece com 37%, um ponto percentual acima do último trimestre.

Rio de janeiro e Paraná aparecem a seguir, com taxas de 39% e 36%, respectivamente. Na cidade de São Paulo, a expectativa de contratação no quarto trimestre do ano ficou em 36%.