Carreira

Brasileiros não têm paciência para esperar resposta de entrevistas – e isso é um alerta

A pesquisa foi feita com base na percepção de 2038 CFOs, de 13 países, sendo 100 do Brasil 

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Os candidatos a vagas de finanças no Brasil não estão dispostos a esperar respostas de entrevistas de emprego em relação aos últimos 12 meses, segundo 76% dos CFOs entrevistados pelo levantamento feito pela consultoria de RH Robert Half.

De acordo com a pesquisa, o dado é um alerta para que os diretores classifiquem o processo de recrutamento como prioridade, principalmente quando o assunto é uma posição-chave, cujas atividades impactam diretamente nos resultados do negócio.

A pesquisa foi feita em dezembro de 2017 e entrevistou 2038 CFOs de 13 países. Foram 100 brasileiros. 

PUBLICIDADE

Na média global, 68% dos CFOs afirmou que os candidatos estão com menos paciência para ter a resposta de uma entrevista se comparado ao último ano.

“É muito comum ver empresas perderem ótimos profissionais, para a concorrência ou para contrapropostas, diante de um processo seletivo demorado. O retrabalho em uma contratação gera prejuízos financeiros e de tempo, além de sobrecarregar e desmotivar a equipe na qual a vaga está em aberto. Tudo isso impacta diretamente na produtividade, competitividade e resultados do negócios”, ressalta Alexandre Attauah, gerente sênior de recrutamento da Robert Half.

O aumento das contrapropostas e das oportunidades de emprego foram os motivos mais citados pelos CFOs brasileiros para justificar a necessidade de elevar a velocidade do processo de recrutamento. Já na média global, a mudança de atitude dos candidatos foi citada como a principal razão.

“O mercado mudou, principalmente quando falamos de profissionais qualificados e de talento. Antes, apenas as empresas escolhiam a equipe de colaboradores. Hoje, os profissionais estão mais exigentes e avaliam as oportunidades por questões que vão além da remuneração. Uma empresa com processo seletivo confuso, por exemplo, pode passar ao candidato a impressão de que toda a estrutura é pouco organizada”, explica Attauah.

Confira os principais motivos para aumentar a velocidade do processo de seleção, segundo os CFOs brasileiros e do mundo:

MotivosMédia dos CFOs brasileiros MotivosMédia dos CFOs do mundo
1.Aumento de contrapropostas44%1. Mudança de atitude dos candidatos57%
2. Mais oportunidades de emprego disponíveis44%2. Aumento de contrapropostas50%
3.Mudança de atitude dos candidatos42%3. Mais oportunidades de emprego disponíveis47%
4.Aumento no número de rodadas de entrevistas34%4. Aumento no número de rodadas de entrevistas46%
5.Aumento na duração total do processo de contratação19%5. Aumento na duração total do processo de contratação16%

Quer investir na sua carreira? Abra uma conta na XP.