Brasileiro tem percepção ruim do mercado de trabalho; reverta este cenário!

Conquistar uma vaga não depende somente da situação do mercado de trabalho, mas também do esforço de cada um

SÃO PAULO – Pesquisa realizada pela FGV (Fundação Getulio Vargas) revelou que o brasileiro acredita que a situação atual do emprego na região em que mora está mais difícil.

De acordo com os dados, 65,2% dos entrevistados disseram, em setembro, que a situação atual do emprego local estava difícil. Por outro lado, 7,4% responderam que estava fácil. A sondagem foi realizada com base em uma amostra de mais de 200 domicílios, em sete das principais capitais brasileiras, entre os dias 1º e 19 de setembro.

Porém, quando olhamos para o futuro, é possível perceber otimismo entre os brasileiros. Isso porque 26,7% afirmaram que a situação do emprego estará mais fácil, ante 16,6% que responderam que estará mais difícil.

PUBLICIDADE

Independentemente da percepção atual ou do futuro, quem precisa de um emprego deve colocar a mão na massa já. Afinal, conquistar uma vaga não depende somente da situação do mercado de trabalho, mas também do esforço de cada um.

Estratégias

Em primeiro lugar, para quem quer conquistar uma vaga, é preciso definir qual será o tipo de trabalho a realizar. De nada adiantar sair por aí distribuindo um monte de currículos, se são para vagas que nada têm a ver com o seu perfil.

“Entre em uma competição que tem chances de ganhar. Em uma Olimpíada, ninguém se inscreve na corrida dos 100 metros raso sem que tenha chance de ser o número um”, explica o presidente do site Curriculum.com.br, Marcelo Abrileri.

Seja otimista e tenha compromisso. Encare a procura por uma vaga no mercado de trabalho como um emprego: resgate contatos antigos, vá a palestras, conferências e workshops – eventos propícios para conhecer pessoas de sua área de atuação -, e entregue currículos a conhecidos.

Participe do maior número de processos seletivos possíveis. Na hora da entrevista, não se esqueça que a confiança é fundamental. “Quando o profissional está confiante, acaba sendo sincero e transparente”, finaliza Abrileri.

Oportunidades

Nesta época do ano, uma oportunidade bastante valiosa é o emprego temporário, que pode se transformar em fixo, dependendo da atuação do profissional.

Segundo dados da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), estão previstas 113 mil vagas a serem preenchidas até o final deste ano.

O período médio de trabalho temporário é de três meses, mas pode haver prorrogação deste prazo, dependendo do desempenho do profissional, que estará em constante avaliação. Por isso, cuidado com as atitudes.