Brasileiro foi em busca de aprimoramento profissional, em meio à crise

Pesquisa realizada pela Accenture mostrou que 86% dos brasileiros procuraram aprimoramento de suas habilidades

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Diante da crise, os brasileiros foram em busca de aprimoramento profissional. Pelo menos é o que mostra pesquisa realizada pela empresa de tecnologia Accenture, realizada com mais de 3,6 mil profissionais de médias e grandes empresas em 18 países.

De acordo com os dados, o atual momento de desafio econômico influenciou alguns entrevistados, principalmente nos países emergentes, a aprimorar suas habilidades para continuarem competitivos no mercado de trabalho.

Como exemplo, a maioria dos entrevistados no Brasil (86%), na China (79%) e na Índia (70%) – os quais, junto com a Rússia, formam os chamados BRIC – disseram que buscaram aprimoramento profissional. Enquanto isso, na Holanda e na Áustria, 22% e 35% deram a mesma resposta.

Cenário

Aprenda a investir na bolsa

Os dados ainda mostraram que, no atual cenário econômico, metade dos baby boomers (aqueles que nasceram até 1964) se sentem seguros quanto a suas futuras oportunidades de emprego. Enquanto isso, 45% da Geração X (aqueles nascidos entre 1965 e 1978) e 48% da Geração Y (nascidos após 1979) têm a mesma opinião.

No Brasil, 69% dos baby boomers se sentem seguros, mesmo com a crise, ante 66% da Geração X e 62% da Geração Y.

Aumento

Em meio a um cenário de crise, os homens em todo o mundo, genericamente, estiveram mais à vontade do que as mulheres para dizer que pediram um aumento, sendo que 56% deles deram a resposta, ante 48% das companheiras do sexo feminino.

O mesmo aconteceu com promoções: 42% dos homens em todo o mundo responderam que pediram para a empresa, ante 37% das mulheres.

A pesquisa ainda mostrou que, no Brasil, a tendência foi oposta, com 64% das mulheres que disseram que pediram um aumento, ante 54% dos companheiros. Já em relação aos pedidos de promoção, a proporção foi a mesma para homens e mulheres (51%).