Brasileiro é o que menos assiste a seminários on-line relacionados às profissões

No Brasil, os também chamados de Webinars, relacionados às profissões, atraem apenas 35,42% dos usuários de TI

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O brasileiro é o que menos assiste a seminários on-line relacionados às profissões, segundo revela estudo realizado pela IDC América Latina.

No Brasil, os também chamados de Webinars, relacionados às profissões, atraem apenas 35,42% dos usuários de TI (tecnologia da informação). O número fica 26,58 pontos percentuais abaixo do verificado em toda a América Latina, cuja média é de 62%.

Outros países
No continente, o país com a melhor colocação é a Venezuela, onde 73,75% dos usuários de TI assistem aos seminários on-line. A Argentina aparece na segunda colocação do ranking, com índice de 70,59%.

Aprenda a investir na bolsa

Chile, Colômbia e México aparecem em seguida, com índices de 69,05%, 65,43% e 62,37%, respectivamente.

Ainda de acordo com a análise da IDC América Latina, além dos seminários online, o e-mail marketing é uma ferramenta muito utilizada na região. No mais, os profissionais do continente também costumam consultar nos celulares os conteúdos das mensagens relacionadas às suas carreiras.