Brasil registra abertura de mais de 1,9 milhão de postos de trabalho em 2011

Resultado é o segundo melhor da série, perdendo apenas para 2010, quando foram gerados mais de 2,5 milhões de empregos

SÃO PAULO – O Brasil registrou a abertura de 1.944.560 de vagas de trabalho em 2011. Trata-se do segundo melhor resultado do levantamento, ficando atrás apenas de 2010, quando foram gerados 2.543.177 vagas de emprego, segundo revelou o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgado nesta terça-feira (24), pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). 

Apesar dos resultados positivos, foram fechados 408.172 postos de trabalho somente em dezembro. Na comparação com novembro, houve uma queda de 1,08%. O MTE atribui a retração a efeitos sazonais, entre eles, a entressafra agrícola e o fim do ciclo escolar, além de fatores climáticos.

Crescimento setorial
Na análise setorial, os oitos setores de atividades econômicas analisados registraram saldo positivo de emprego em 2011. Em números absolutos, o destaque ficou com Serviços, com 925.537 vagas de trabalho. Outro destaque do período foi Comércio, que apresentou abertura de 452.077 postos de trabalho.

PUBLICIDADE

A Construção Civil foi o terceiro setor que mais gerou emprego no ano passado, ao responder por 222.897 vagas. Em seguida, está a Indústria da Transformação, com a criação de 215.472 postos. 

Na Agropecuária foram 82.506 postos de trabalho. Em seguida, aparecem Extrativa Mineral e Administração Pública, com 19.510 e 17.066 vagas, respectivamente. A atividade que registrou o menor número de oportunidades foi Serviços Industriais de Utilidade Pública, com 9.495 vagas.

Análise regional
Ainda segundo os dados do Caged, na análise por estado, destacam-se São Paulo (+551.771 vagas), Minas Gerais (+206.402 vagas), Rio de Janeiro (+202.495 vagas), Paraná (+ 123.916 postos) e Rio Grande do Sul (+122.286). 

Considerando as regiões, todas apresentaram elevação no emprego formal, sendo que o Sudeste lidera, com 1.000.365 postos criados. Em seguida, aparecem o Nordeste (+329.565 postos) e o Sul  (+328.608 vagas). Já o Centro-Oeste e o Norte registraram a abertura de 154.593 vagas e 131.429 postos, respectivamente.