Brasil possui, em média, quatro doutores para cada 100 mil habitantes

Curso de Medicina lidera em número de doutores, com 3.639 profissionais, seguido por Agronomia (3.358)

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Doutor. No Brasil, este tratamento é bastante comum, como sinônimo de respeito, autoridade ou conhecimento de determinado assunto. Nas ruas, empresas e escritórios todo mundo pode um dia vir a ser chamado de doutor. Mas…e na prática? Quantas pessoas possuem mesmo este título no País?

Segundo dados consolidados de 2004, do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), o Brasil contava com 62.876 doutores, considerando-se um conjunto de 76 áreas de especialização.

Quatro doutores a cada 100 mil habitantes

De acordo com o Censo realizado em 2000, a média per capita de doutores pesquisadores em relação à população brasileira era de quatro doutores por grupo de 100 mil habitantes.

Aprenda a investir na bolsa

Para se ter uma idéia, nos Estados Unidos o parâmetro, na mesma comparação, a relação é de 14 doutores, enquanto na China a marca é de 13,6.

No entanto, a estimativa do Governo, por meio do Plano Nacional de Pós-Graduação, é de formar, em cinco anos (considerando-se o período de 2005 a 2010), cerca de 16 mil novos doutores no Brasil.

Onde estão os doutores?

Segundo dados divulgados no boletim Administrador Profissional, do CRA-SP (Conselho Regional de Administração), a USP é responsável por 37% dos doutorados de pesquisadores obtidos no País.

Dentro das áreas de atuação existentes no Brasil, de acordo com o CNPq, o curso de Medicina lidera em número de doutores, com 3.639 profissionais, seguido por Agronomia (3.358), Educação (3.262), Química (2.618) e Física (com 2.249).