Brasil gera quase 1,8 milhão de empregos formais em 2009, aponta Rais

Número de novos empregos formais cresceu 4,48% em relação a 2008, revelam dados da Relação Anual de Informações Sociais

SÃO PAULO – O número de novos empregos formais no Brasil cresceu 4,48% no ano passado, em comparação com 2008, segundo dados da Rais (Relação Anual de Informações Sociais), divulgada nesta quinta-feira (5) pelo ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

Em 2009 foram gerados 1,766 milhão de empregos, sendo que, deste total, 1,423 milhão são com carteira assinada e 343,1 mil, da administração pública.

Entre 2003 e 2010 foram criados 13,9 milhões de empregos formais. Com isso, segundo o Ministério do Trabalho, o Brasil atinge a marca histórica de 42,6 milhões de trabalhadores formais.

PUBLICIDADE

“Esses dados apontam uma expressiva vitória do Brasil no que se refere ao seu mercado de trabalho formal”, afirmou Lupi.

Salário
O rendimento médio dos trabalhadores formais registrou crescimento real de 2,51%, passando de R$ 1.556,15 em dezembro de 2008 para R$ 1.595,22 em dezembro de 2009.

De acordo com o Ministério do trabalho, desde 2003, o salário dos trabalhadores apresentou alta de 18,25% acima da inflação, sendo que, para as mulheres, o aumento foi de 19,11% e, para os homens, de 18,38%.

Empresas
Dos 7,433 milhões de estabelecimentos que declararam a Rais, 3,224 milhões têm empregados e 4,209 milhões não têm empregados. Na comparação com 2008, houve crescimento de 4,47% no número total de estabelecimentos.