Do Zero ao Gain Uma aula gratuita com André Moraes sobre gerenciamento de risco, stop, alvo e tamanho de capital

Uma aula gratuita com André Moraes sobre gerenciamento de risco, stop, alvo e tamanho de capital

Brasil falha em educação básica, fundamental para formação de bom profissional

De acordo com pesquisa, Brasil gasta bastante com educação, mas os resultados são pífios; falta priorizar disciplina

SÃO PAULO – Para se transformar em um bom profissional, é fundamental ter uma educação básica de qualidade. A realidade brasileira, no entanto, não garante essa formação às crianças. Segundo pesquisa realizada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), encomendada pelo Etco (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial), o Brasil gasta bastante com educação, mas os resultados são pífios.

O estudo mostra que há espaço para melhorar os resultados e com o mesmo nível de gasto. Evidências empíricas mostram que os investimentos não têm efeito claro sobre a qualidade do ensino. Municípios que desembolsam menos obtêm resultados semelhantes àqueles que gastam mais. Para melhorar a situação, são necessários gestão e clima acadêmico.

Postura profissional

Em um grupo de países selecionados, que desembolsam com educação 3,7% a 8,8% dos respectivos PIBs, o Brasil aparece no grupo dos que mais gastam, com 6,6% da renda nacional. Na Islândia, o gasto chega a 8%, enquanto na Coréia e nos Estados Unidos o valor é de 7,5%, de acordo com a tabela abaixo:

PaísGasto total com educação

PUBLICIDADE

% do PIB

Islândia8%
Coréia e EUA7,5%
Dinamarca7%
Nova Zelândia e México6,8%
Suécia6,7%
Noruega e Brasil6,6%
Suíça6,5%
Polônia6,4%
França6,3%

Fonte: Etco

Resultados

Os resultados do gasto brasileiro com educação são pouco expressivos. O estudo aponta que, para melhorar a situação educacional do país, é preciso valorizar o treinamento e aprimorar a qualificação de professores.

Além disso, deve-se avaliar os alunos em quesitos como freqüência e continuidade, valorizar o dever de casa e incentivar a leitura. Importante também seria priorizar a disciplina. Todos estes aspectos são importantes para a formação de uma postura profissional.