Brasil está entre os mais otimistas na contratação de profissionais

Dados indicam que 43% dos empregadores afirmam que aumentarão sua equipe e apenas 6% acreditam em redução

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O mercado de trabalho brasileiro continuará aquecido no quarto trimestre deste ano. Segundo um estudo realizado pela Manpower, o Brasil está entre os mais otimistas na contratação de profissionais entre 36 países pesquisados.

Os dados indicam que 43% dos empregadores brasileiros afirmam que aumentarão a sua força de trabalho e apenas 6% acreditam em redução, o que gera uma expectativa líquida de emprego de 37%.

Na comparação com outros países, o Brasil perde somente para a China (+47%), Taiwan (+40%) e Índia (+38%).

Aprenda a investir na bolsa

“O ano de 2010 tem sido excelente para o emprego no Brasil, com a criação recorde de um milhão e meio de vagas só no primeiro semestre. Baseados na pesquisa, podemos dizer que os três últimos meses do ano não vão ser diferentes”, declara o diretor comercial da Manpower no Brasil, Pedro Guimarães.

Por setor
Na análise por setor, Finanças/Seguros e Imobiliário é o destaque, com expectativa de contratação de 53% para o quarto trimestre. Em seguida, aparecem Serviços, com 52%, e Comércio, com 43%. No confronto com a expectativa do terceiro trimestre, foi registrado aumento no setor de Finanças e Comércio, pois as porcentagens anteriores eram de 49% e 40%, respectivamente. Já Serviços manteve a mesma previsão.

“Em 2010, o crescimento do emprego tem sido generalizado, mas o campeão de contratações é o setor de Serviços. Com a chegada do fim do ano, a expectativa por novas vagas torna-se ainda maior, em parte pela aproximação das festas e do período de férias – que trazem demandas por empregos também no comércio”, diz Guimarães.

Em contrapartida, houve queda na expectativa nos demais setores, exceto Transportes e Serviços Públicos, cuja o índice passou de 41% no terceiro trimestre para 42% no quarto trimestre.

Já Construção Civil e Indústria apresentaram expectativa de contratação de 31% e 27%, respectivamente, frente a 43% e 35% registrados no terceiro trimestre. As menores porcentagens apontadas para o quarto trimestre foram Administração Pública e Educação (13%) e Agricultura, Pesca e Mineração (15%).

Região
Na comparação regional, os empregadores do Rio de Janeiro e do Paraná estão entre os mais otimistas do País, ambos com expectativa líquida de emprego de 41%.

PUBLICIDADE

O ritmo de contratações permanece alto também nos demais estados. Em Minas Gerais, a expectativa líquida é de 38% e em São Paulo é de 33%. Na capital paulistana, a expectativa é de 33%.

Outros países
O estudo aponta ainda que empregadores de 28 dos 36 países pesquisados pretendem aumentar sua força de trabalho de outubro a dezembro. Na comparação com o terceiro trimestre, a expectativa melhorou em 13 países. As únicas expectativas negativas estão na Grécia (-10%), Itália (-9%), República Tcheca (-2%), Espanha e Irlanda (-1%).

Nas Américas, os dez países pesquisados apresentam otimismo em relação a novas contratações. Os Estados Unidos aparecem em último lugar no continente, com um índice de 5%, número que está seis pontos acima na comparação com o mesmo período do ano anterior.

“A partir das expectativas de emprego dos últimos três meses do ano, notamos uma tendência generalizada e positiva nos países das Américas, impulsionada principalmente pelo bom desempenho das nossas economias e pelo crescimento da demanda por produtos e serviços”, finaliza o diretor regional da Manpower para a América do Sul, Horacio De Martini.