Mercado de trabalho

Brasil criou 123.446 vagas de trabalho em fevereiro, diz Caged

Na comparação com janeiro deste ano, houve uma expansão de 0,31%

SÃO PAULO – No Brasil, foram geradas 123.446 vagas de trabalho em fevereiro, de acordo com os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta quarta-feira (20).

Na comparação com janeiro deste ano, houve uma expansão de 0,31%. Já nos últimos 12 meses, o índice registrou a criação de 1.116.340 postos de trabalho, correspondendo a elevação de 2,89%. No acumulado do ano, o mercado teve um acréscimo de 170.612 vagas.

Crescimento setorial
Na análise mensal, cinco dos oito setores de atividade econômica analisados apresentaram crescimento na geração de empregos formais. Em números absolutos, o destaque ficou com Serviços, com 82.061 vagas de trabalho. Porém, a maior variação percentual ficou com Administração Pública, que registrou alta de 1,42% no número de vagas (+12.364 postos).

PUBLICIDADE

Outro destaque do período foi a Construção Civil, que apresentou acréscimo de 15.636 postos de trabalho (+0,50%). Indústria de Transformação registrou acréscimo de 33.466 vagas (0,41%) e a Extrativa Mineral teve alta de 0,34%, com o surgimento de 165.

Em contrapartida, Comércio teve baixa de 10.414 postos de trabalho (-0,12%), Agropecuária, recuou -0,62% e fechou 9.775 vagas e Serviços Industriais de Utilidade Pública registrou -0,01%.

Análise regional
Ao analisar as regiões, os dados revelam que 16 das 27 unidades federativas apresentaram crescimento na geração de postos de trabalho. Os destaques positivos foram São Paulo (+552.968 postos ou +0,38%), Rio Grande do Sul (+139.771 postos ou +0,65%), Paraná (+142.115 postos ou +0,61%), Santa Catarina (+118.662 postos ou +0,79%) e Goiás (+65.674 postos ou +1,01%).

Considerando as regiões, todas apresentaram elevação no emprego formal. Em números absolutos, nota-se o seguinte comportamento: Sudeste (+66.177 postos ou +0,31%), Sul (+48.016 postos ou +0,67%), Centro-Oeste (+22.982 postos ou +0,76%) e Norte (+2.152 postos ou +0,12%).