Brasil conquista 15ª posição no ranking da produção científica

No topo do ranking aparecem os Estados Unidos, responsáveis por 32,3% da produção científica mundial e a Alemanha com 8,1%

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Durante a 59ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), o Brasil conquistou a 15ª posição no ranking dos países com maior produção de conhecimentos científicos do mundo.

No topo do ranking, aparecem os Estados Unidos, responsáveis por 32,3% da produção científica mundial, e a Alemanha, com 8,1%. Os números se referem a 2006, ano em que os pesquisadores brasileiros publicaram 16.872 artigos nas mais importantes revistas científicas mundiais, quatro vezes menos do que o publicado pela Alemanha.

Avanço

De acordo com o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), Jorge Guimarães, este avanço estava previsto para ocorrer apenas em 2008.

Aprenda a investir na bolsa

Segundo Guimarães, os dados confirmam a relação direta do crescimento da ciência brasileira de alto nível com a formação de mestres e doutores. Para ele, o bom posicionamento do Brasil permite considerar que a pós-graduação está capacitada e qualificada para dar suporte técnico-científico e contribuir para o desenvolvimento tecnológico.

As áreas que mais cresceram no Brasil, na comparação dos triênios 2001-2003 e 2004-2006, foram psicologia e psiquiatria (70%), produção animal e vegetal (58%), ciências sociais (52%), medicina (47%), farmacologia (46%), ciência agronômica (46%), imunologia (44%), computação (44%), ecologia e meio ambiente (40%).

Ainda de acordo com Guimarães, neste ritmo, o Brasil ocupará na ciência a mesma posição mundial que exibe em relação ao PIB, seguindo a correlação entre os países mais desenvolvidos. Mas o presidente alerta que, para garantir sua posição ou subir no ranking, o País precisa ampliar seu desempenho.