Brasil: 56% dos profissionais gostariam de mudar de emprego

Entre os profissionais com cargos mais altos, o indicador é superior, chegando a 67%, segundo revelou estudo da Mercer

SÃO PAULO – Em busca de novas oportunidades e salários, 56% dos profissionais brasileiros gostariam de ter mudado de emprego no ano passado, segundo revelou um levantamento realizado pela consultoria Mercer.

Ao comparar os postos de níveis administrativos e de alta administração, os dados indicam que os profissionais que têm os cargos mais altos desejam mais trocar de empresa do que os outros profissionais. Neste caso, o indicador chega a 67%.

Entre os que gostariam de sair da empresa, 45% trabalham de um a quatro anos na organização. Em relação à idade, 40% têm entre 35 e 54 anos.

PUBLICIDADE

Satisfação
Apesar de expressarem vontade de trocar de emprego, 80% dos brasileiros estão satisfeitos com o emprego atual. Além disso, 73% têm orgulho de sua empresa. Entre os que não planejam mudar de trabalho, o indicador é bem maior, de 82%.

O trabalho atual é tão bem visto, que os profissionais indicariam a empresa para outras pessoas. Entre os que gostariam de arrumar outro emprego, o percentual é de 84%, enquanto os que não gostariam é de 79%.