[Braduni] Empresa ideal: o que os jovens analisam ao escolher um emprego?

Perspectiva de crescimento e benefícios atraentes são os dois principais focos dos universitários, atualmente

A era em que os jovens optavam pelo primeiro emprego que aparecia, sem poder escolher muito, por conta da falta de oportunidades, já se foi! Com o avanço da economia do País – e o conseqüente crescimento das empresas -, as condições do mercado de trabalho estão mudando rapidamente, sobretudo para quem ainda está no início da carreira.

Você já deve ter ouvido falar que, inclusive, em algumas áreas, como nas engenharias, há um “apagão” de talentos (a falta de pessoas qualificadas para contratar), o que faz com que as empresas fiquem “de olho” nos jovens profissionais e estagiários das companhias concorrentes e, eventualmente, os contratem. E, nessas horas, eles não pensam duas vezes, aproveitam a oportunidade e mudam de emprego!

Muitas vezes, o motivo não é um salário melhor. Uma pesquisa realizada pela Quorum Brasil, com 200 estudantes do último ano do curso de Administração de Empresas, de diversas universidades, revelou que a perspectiva de crescimento e os benefícios atraentes são os dois principais focos dos universitários, atualmente.

Os resultados da pesquisa

PUBLICIDADE

Para 26% dos estudantes homens e 18% das mulheres, a perspectiva de crescimento é o fator mais atraente. Já os benefícios foram citados por 22% delas e 15% deles. Depois, aparecem: área de atuação da empresa (19% entre homens e 9% entre mulheres) e porte da empresa (12% entre homens e 9% entre mulheres).

Os entrevistados também revelaram que levam em conta a relevância da empresa no setor, o salário compatível com a função, a oferta de treinamento e cursos, um bom ambiente de trabalho, a localização da empresa, a atuação internacional e a igualdade de condições entre homens e mulheres.

Empresa ideal

Se saíssemos por aí perguntando aos jovens que tipo de empresa eles preferem, escutaríamos, principalmente, respostas como: “aquela que valoriza o conhecimento da pessoa” e “a empresa de grande porte”.

Confira o tipo de empresa que os universitários preferem, de acordo com resultados da pesquisa da Quorum Brasil:

  • Que valoriza o conhecimento da pessoas: 92%
    Que valoriza quem vem de escolas famosas: 8%
  • De grande porte: 88%
    De pequeno porte: 12%
  • Onde existe a oportunidade de viajar: 83%
    Onde o trabalho é apenas local: 17%
  • Onde seja proibido fumar: 76%
    Onde o fumo é liberado: 24%
  • Onde a liderança estimula a integração: 67%
    Onde a liderança não interfere nos grupos: 33%
  • Que seja perto da minha casa: 53%
    Que fica distante da minha casa: 37%
  • Que é afastada do agito da cidade: 53%
    Que fica no meio do agito: 47%
  • Onde os líderes me mantêm informado: 51%
    Onde sou incentivado a buscar informações: 49%
  • Onde é preciso usar roupas sociais: 50%
    Onde a roupa é descontraída: 50%
  • Já se perguntássemos a eles: “o que agrega valor no momento de escolher uma empresa?”, as duas principais respostas seriam: “ser uma empresa preocupada com o meio ambiente” e “ser uma empresa aberta para ouvir minhas opiniões”. Veja no quadro a seguir:

    O que agrega valor no momento de escolher uma empresa?
    Fator que agregaÍndice de concordância
    Preocupação com o meio ambiente98%
    Empresa aberta para ouvir minhas opiniões95%
    Regras e procedimentos claramente definidos93%
    Foco no desenvolvimento dos funcionários94%
    Empresa moderna, atualizada em seu setor de atividade90%

    PUBLICIDADE

    Fonte: Quorum Brasil

    Qualidade dos relacionamentos também pesa

    O mesmo estudo constatou que os jovens valorizam mais um bom relacionamento do que os resultados, quando o assunto é o ambiente de trabalho. Isso significa que uma boa empresa, para eles, não cultiva a competição, não tolera brigas entre membros da equipe e conta com uma liderança contemporânea.

    De acordo com os dados, 54% dos homens e 48% das mulheres disseram que um bom ambiente de trabalho é aquele “com relacionamento harmônico e agradável”. Por outro lado, apenas 3% dos homens e das mulheres disseram que o ambiente ideal é aquele focado nos resultados, com oportunidade de crescimento na carreira.

    O bom ambiente é…

    Segundo a tabela abaixo, um bom ambiente de trabalho conta com clima estável e organizado e o espírito de equipe, confira:

    ItemRespostas/HomensRespostas/Mulheres
    Bom relacionamento, harmônico e agradável54%48%
    Estável, tranqüilo, calmo e organizado20%30%
    Com espírito de equipe23%19%
    Focado em resultados, com oportunidade de crescimento3%3%

    Fonte: Quorum

    E o bom chefe é…

    Mulheres e homens não concordam quando o assunto é o líder ideal. Na opinião da maioria dos jovens do sexo masculino, o bom chefe é aquele que experiente e competente. Já para a maioria das universitárias, ele deve ser justo, compreensivo e deve valorizar os próprios subordinados.

    O chefe que trabalhar em equipe e sabe delegar foi o último item citado pelos entrevistados, com 28% de indicação entre os homens e 34% entre as universitárias.