Bônus de verão bate recorde pelo segundo ano consecutivo no Japão

Bônus médio pago pelas empresas japonesas foi de 859 mil ienes, alta de 3,63% frente ao montante pago em 2004

SÃO PAULO – As grandes empresas japonesas aumentaram pelo segundo ano consecutivo o montante de bônus pagos aos seus trabalhadores. A informação é da Federação das Empresas Japonesas, que divulgou relatório sobre o tema nessa quarta-feira (20).

O aumento no volume de bônus concedidos é importante porque contribui para o crescimento da renda do trabalhador japonês, o que, por sua vez, deve impulsionar o consumo, que responde por metade do crescimento do PIB japonês. Diante das dificuldades que a economia japonesa vem enfrentando para retomar um crescimento sustentado a melhora nas condições do mercado de trabalho é um sinal positivo.

Bônus cresce pelo segundo ano seguido
Segundo o relatório, o valor médio dos bônus pagos no verão subiu para 859.097 mil ienes em 2005, o que representa um crescimento de 3,63% na comparação com os bônus pagos a mesma época em 2004.

PUBLICIDADE

Em uma análise setorial, o relatório constatou uma queda de 0,95% no bônus médio pago pela indústria automobilística, que teria ficado em cerca de um milhão de ienes. Por sua vez, no setor metalúrgico, o bônus médio subiu 35,8% para 999,605 mil ienes. Essa é a primeira vez em que o bônus pago nesse setor se aproxima de um milhão de ienes.

A pesquisa envolveu 288 empresas escolhidas entre as maiores companhias da Primeira Seção da Bolsa de Valores de Tokyo. Destas, 203 pagaram bônus de verão, o que representa cerca de 70% do total.