Fundação

Bill Gates seleciona projetos brasileiros com financiamento de US$ 200 mil

Projeto é uma parceria com as FAPS (Fundações de Amparo à Pesquisa) de 17 estados brasileiros e uma iniciativa da Grand Challenges in Global Health

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Fundação Bill& Melinda Gates abriu processo seletivo para escolher projetos inovadores com financiamento entre US$ 150 a US$ 200 mil no programa Grand Challenges Explorations (QCE). O projeto é uma parceria com as FAPS (Fundações de Amparo à Pesquisa) de 17 estados brasileiros .

O programa é uma iniciativa da Grand Challenges in Global Health que promove a inovação científica e tecnológica para solucionar problemas de saúde dos países em desenvolvimento.

Lançado pela Fundação em 2008, o programa já financiou mais de 700 pesquisadores de 45 países. Desde o início muitos brasileiros já concorreram, no entanto apenas três foram contemplados.

PUBLICIDADE

“O Brasil tem uma grande capacidade inovadora, com um número expressivo de artigos científicos publicados”, disse o diretor adjunto de descoberta e pesquisa translacional da Fundação Bill & Melinda Gates, Steve Buchsbaum.

O GCE está aberto a pesquisadores de diferentes áreas e níveis de experiências: estudantes, professores, Ph.D. e cientistas das mais diversas organizações tais como universidades, laboratórios públicos, instituições de pesquisa, organizações sem fins lucrativos e empresas privadas.

Inscrição
Os candidatos interessados devem preencher a ficha de inscrição no site da Fundação. Não há necessidade de enviar dados preliminares ou comprovação de sucesso. O projeto precisa apensas ser novo e com potencial de provocar mudanças significativas.

Os selecionados serão conhecidos no início de 2013. Para execução do projeto os escolhidos receberão US$ 100 mil da Fundação, mais um complemento de US$ 50 a US$ 100 mil das FAPs parceiras. Os projetos bem sucedidos com os recursos iniciais terão a oportunidade de concorrer a um financiamento adicional de até US$ 1 milhão.

Projetos
O GCE realiza duas chamadas públicas por ano e contempla aproximadamente 80 projetos a cada rodada. Para cada rodada serão apresentados desafios em busca de soluções originais.

Para a décima rodadas as propostas devem se enquadrar nos seguintes tópicos: Novas Abordagens para a Investigação de Compostos Antimalária; Projetos de Cooperação Funcionam. Conte Isso para Todo Mundo; Novas Abordagens em Sistemas Modelo, Diagnósticos e Medicamentos para Doenças Tropicais Negligenciadas Específicas; e Inovações que Facilitem o Trabalho de Mulheres em Pequenas Lavouras.

PUBLICIDADE