Bilionário

Bill Gates dá conselhos para jovens que querem alcançar a riqueza

O bilionário conta os conselhos que daria a si mesmo quando jovem

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O bilionário e fundador da Microsoft, Bill Gates, publicou um texto em seu blog em que parabeniza os jovens recém-formados e cita conselhos que daria a si mesmo quando mais novo. Ele explica que deixou a faculdade pois estava com medo de “perder” a revolução digital, mas que se estivesse começando hoje, procurando a mesma oportunidade de impactar o mundo, ele prestaria atenção em três grandes áreas: inteligência artificial, energia e biociência.

A primeira delas, segundo ele, é importante porque busca alternativas para tornar a vida das pessoas mais produtivas e criativas. A segunda, deve-se à necessidade de tornar as fontes de energia mais limpas, acessíveis e confiáveis, “o que é essencial para combater a pobreza e as mudanças climáticas”. Já a terceira, tem como função criar oportunidades para que as pessoas vivam por mais tempo e com mais saúde.

Gates enfatiza que quando largou a faculdade, aprendeu que ser inteligente não é tão importante e que há diferentes formas de inteligência. “Eu acreditava que por conseguir escrever um ótimo código, também poderia administrar bem as pessoas, liderar uma equipe de marketing, ou fazer qualquer outra coisa. Eu estava errado, e tive que aprender a reconhecer e a valorizar os diferentes tipos de talentos”. E completa: “O quanto antes você fizer isso, se você já não o faz, mais rico você será”.

PUBLICIDADE

O bilionário destaca ainda, a importância de enxergar as diferentes realidades, de praticar a filantropia e de ter ao seu redor, pessoas que desafiem você, ensinem e façam com que você dê o melhor de si.

Gates brinca que se pudesse dar um presente de formatura aos recém-formados, daria um exemplar do livro “The Better Angels of Our Nature” (Os melhores anjos de nossa natureza, em tradução literal), de Steven Pinker. “É o livro mais inspirador que eu já li”, escreve.  Segundo ele, o livro reforça a ideia de que é preciso estar otimista com o mundo e ficar atento àquilo que está melhorando, para poder acelerar o progresso e espalhar isso para todos os lugares da melhor forma possível.