Efeitos geopolíticos

Bilionários ficam menos ricos pela primeira vez desde 2015

A queda é efeito de turbulências geopolíticas e da volatilidade do mercado de ações, de acordo com o relatório

arrow_forwardMais sobre
Jeff Bezos
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Globalmente, a riqueza dos bilionários caiu em 2018, mostrou um estudo publicado pelo banco UBS e pela consultoria PwC nesta sexta-feira (8). A queda, primeira registrada desde 2015, é efeito de turbulências geopolíticas e da volatilidade do mercado de ações, de acordo com o relatório.

O patrimônio acumulado pelas pessoas mais ricas do mundo caiu US$ 388 bilhões, para US$ 8,539 trilhões. A China, segundo país com maior número de bilionários, sentiu os efeitos mais fortes, com declínio de 12,3% no patrimônio total e número de bilionários caindo em 48 pessoas, para 325.

Mas o mundo inteiro sentiu os efeitos de fatores de incertezas, como a Guerra Comercial entre China e EUA. O número de bilionários caiu em todas as regiões, exceto as Américas, puxadas pelas empresas de tecnologia nos EUA.  Ao todo, 103 pessoas que eram bilionárias em 2017 deixaram de ser em 2018 – e 56 outras passaram a ter patrimônio acima de US$ 1 bilhão no ano.

PUBLICIDADE

Para Simon Smiles, gerente de investimentos para clientes ultra-ricos no UBS, é provável que o número de bilionários volte a subir em 2019.

Leia também:
• Os 20 brasileiros mais ricos do mundo, segundo a Forbes

“Efeito bilionário” 

Segundo a análise do UBS e da PwC, as empresas cujos líderes são bilionários apresentam desempenho superior à média.

Nos últimos 15 anos, companhias controladas por bilionários apresentaram retorno por ação de 78,9%, quase o dobro dos 9,1% do índice MSCI ACI, que representa uma média de 23 mercados desenvolvidos e 26 emergentes.

Na avaliação do banco, isso ocorre porque a personalidade desse grupo leva a decisões mais sábias em tomada de risco, foco em negócios e determinação. Além disso, essas empresas também “tendem a ter uma estratégia mais focada no longo prazo”, diz o documento.

Não é um bilionário? Invista. Abra uma conta gratuita na XP.