Divórcio de bilhões

Bilionário manda cheque de US$ 975 milhões para ex-mulher, e ela recusa

O valor oferecido por Hamm corresponde ao valor integral de suas posses, baseado em uma das exigências do condado de Oklahoma para o divórcio

SÃO PAULO – O bilionário norte-americano Harold Hamm envolvido em um dos processos de divórcio mais caros do mundo, enviou a sua ex-mulher Sue Ann Arnall um cheque manuscrito com a fortuna de US$974,8 milhões. Arnall, porém, o recusou.

O valor oferecido por Hamm corresponde ao valor integral de suas posses, baseado em uma das exigências do condado do estado de Oklahoma para o divórcio. As informações são de Michael Burrage, advogado do empresário, de acordo com o portal Business Insider.

Tanto Sue Ann Armall, que voltou a usar seu nome de nascimento após o divórcio, quanto Hamm apelaram em novembro pelo julgamento do divórcio. Os pedidos serão ouvidos pela Suprema Corte de Oklahoma. Foi por conta disso que Sue rejeitou o cheque: ela não quer enfraquecer o seu argumento diante da corte, diz Burrage. 

PUBLICIDADE

Durante os procedimentos do divórcio, Hamm já pagou cerca de US$ 20 milhões. Seu pedido à Justiça sustenta que o “prêmio” de US$ 1 bilhão para sua esposa é exagerado, mesmo com uma fortuna estimada em US$ 10 bilhões pela Bloomberg.

Contudo, não se pode dizer que Hamm está vendo seu patrimônio explodir. Só em 2014, o bilionário perdeu US$ 5,7 bilhões. Hamm e Sue foram casados por 26 anos, e ela afirma que o valor oferecido por seu ex-marido inadequado, já que com isso Hamm manteria a maior parte de sua fortuna, avaliada em US$ 18 bilhões por seus advogados.