Será que essa moda pega?

#BermudaSim: conheça o movimento que promove uso de bermuda no trabalho

Campanha criada há uma semana virou febre na web e já "libertou" centenas de profissionais em todo o País

SÃO PAULO – Todo início de ano, o clima que castiga a maioria das cidades brasileiras gera revolta daqueles que trabalham “engravatados”. Sem poder usar roupas mais frescas (como as mulheres), os homens sofrem com o calor do verão ao sair para o trabalho.

Mas, se depender de um movimento que está virando febre na web, em pouco tempo o mercado profissional sofrerá grandes mudanças em relação ao traje profissional. Cansados de passar calor no verão carioca, três amigos resolveram dar um basta nas roupas sociais e levantaram a bandeira #BermiudaSim – iniciativa que promove o uso de bermudas em ambientes profissionais.

A ação, que teve início de uma conversa informal entre os publicitários Ricardo Rulière, Vitor Damasceno e Guilherme Anchieta, ganhou força nesta semana, após seu site oficial ser lançado na segunda-feira (16). “Em dezembro, reparamos que muitos amigos reclamaram do verão, sol e principalmente do calor. Já que a gente trabalha com a criatividade, pensamos em ajudá-los”, explicou Rulière.

PUBLICIDADE

O site foi ao ar com um disparador de e-mail anônimo para os profissionais avisarem seus chefes sobre a possibilidade de usar bermudas no emprego. Apenas em três dias, foram enviados mais de 4 mil e-mails, número que não para de crescer. “Nós somos a favor da calça, gravata e do terno. Mas não no verão, quando os termômetros marcam mais de 29ºC. Resolvemos criar o site de maneira bem-humorada para discutir o assunto. E acabou dando certo”, acrescentou o publicitário.

O movimento superou até as expectativas dos criadores, que admitiram se impressionar com a quantidade de adesão e apoio de profissionais e empresas de todo o País. Com ponto inicial no Rio de Janeiro, cidade em que moram, o site já é acessado em diversos outros estados. “No primeiro dia no ar, a maioria dos internautas do site era de São Paulo”. A ação também chegou às redes sociais e, apenas em uma semana, o perfil do Bermuda Sim conquistou mais de 7,7 mil fãs.

O que o movimento prega
O movimento tem algumas regras e dicas de como usar bermudas no trabalho. No site, há o “Bermudamentos” – 10 mandamentos que ditam quando, como e quais bermudas usar. Segundo eles, o profissional só pode ir trabalhar de bermuda a partir dos 29,8ºC e ela não pode ser de time, de surfe e nem com estampa chamativa, como floral. Além disso, o site fechou parcerias com blogs de moda que darão outras instruções de como se vestir adequadamente com bermuda.

Como resultado, mais de cem empresas já aderiram à campanha e concederam o uso de bermudas aos profissionais. “Queremos conquistar o direito de trabalhar mais à vontade, no sentido de se sentir bem, e mostrar que a roupa não interfere no profissional da pessoa. Ressaltamos que a campanha só vale no verão”, disse Ricardo.

Bermuda pega bem no ambiente corporativo?
Apesar de confortável, a consultora de etiqueta corporativa, Renata Mello, lembra que a bermuda no trabalho é uma alternativa em determinadas situações, cargos e empresas, já que a roupa não passa credibilidade.

Segundo Renata, o uso é mais indicado em empresas que adotam trajes mais casuais ou para empregados que trabalham em ambientes sem ar condicionado, como motoristas de transporte público ou manobristas, e para os demais profissionais que não lidam com clientes ou com o público em geral. “O profissional que representa a empresa não pode passar uma imagem descontraída. Nestes casos, acredito que a bermuda não é uma opção.”