Barista: veja quais são os passos para se tornar um

De acordo com o presidente da ACBB, salário de um barista pode variar de R$ 800, para iniciantes, a R$ 5 mil, para profissionais mais experientes

SÃO PAULO – Formada em direito e prestes a inaugurar a Barres Café na cidade do interior paulista de Bauru, Paula Barrezi Torrecilha acaba de concluir o curso básico de barista. Para ela, a iniciativa se refletirá em incremento nos negócios.

“O barista é um expert em café (…) Fiz o curso para aprender a servir um bom café e acredito que será um atrativo a mais para o negócio”, diz Paula, que, em breve, pretende dar continuidade ao aprendizado.

Assim como Paula, não são poucos os proprietários de cafeterias que fazem os cursos para se tornar um barista, contudo, além destes, pessoas em busca de salários que podem variar de R$ 800, para iniciantes, a R$ 5 mil, para os mais experientes, também procuram a qualificação, conforme explica o presidente da ACBB (Associação Brasileira de Café e Barista), Edgard Bressani.

PUBLICIDADE

O passo a passo
Um curso de básico de barista tem, em média, duração de dez horas, e, de acordo com a gerente de marketing do Santo Grão, Vanessa Mills, custa em torno de R$ 460.

Neste nível de aprendizagem, diz ela, o aluno aprende sobre a história do café, a diferença entre os grãos, como reconhecer a qualidade, como extrair um bom expresso, regularização de máquina, vaporização do leite e como preparar drinks à base de café.

Entretanto, enfatiza Vanessa, para se tornar um bom barista é essencial gostar de café. “A pessoa tem que gostar, pois, quando se gosta do que faz, tudo se torna mais prazeroso. Além disso, o barista traduz o que o café tem de melhor na xícara”.

Certificação
No geral, acrescenta Bressani, para se tornar um barista pleno, além da experiência, é necessário em torno de um ano de dedicação aos estudos, o que equivale, em média, a um investimento perto de R$ 5 mil, dependendo dos cursos escolhidos.

Além disso, alerta ele, é interessante buscar por certificação, especialmente para os profissionais que pretendem trabalhar em cafeterias renomadas.

Para o nível básico, a prova de certificação é dividida em três partes (escrita, cupping e prática) e custa R$ 80 para associados da ACBB e R$ 120 para não-associados.

PUBLICIDADE

A certificação acontece dentro das etapas regionais do Campeonato Brasileiro de Barista e sempre que turmas de 20 candidatos são formadas.

Mais informações podem ser encontradas no site da Associação (http://acbb.tempsite.ws).