Barclays planeja aumentar salários e diminuir bônus, dizem rumores

Banco britânico, que emprega 20 mil pessoas, seguiria intenções semelhantes já anunciadas pelo Credit Suisse e RBS

SÃO PAULO – O Barclays estuda aumentar os salários de seus funcionários, de acordo com rumores que circulam pelo mercado nesta quinta-feira (3). Atualmente, o banco emprega 20 mil pessoas.

Após governos mundiais terem criticado os altos bônus pagos a executivos – um dos motivos que teriam agravado a crise financeira – o banco britânico decidiu elevar os salários de seus funcionários em detrimento dos prêmios a seus diretores.

O porta-voz do Barclays, um dos poucos grandes bancos do Reino Unido a não ter recorrido a recursos extras do governo, decidiu não se pronunciar a respeito da notícia.

PUBLICIDADE

Pretensões similares
Alguns bancos já apresentaram pretensões similares de aumento dos salários dos seus funcionários. O Credit Suisse, segundo maior banco da Suíça, disse em outubro que vai elevar a partir do próximo ano os salários para cerca de 7 mil gerentes e diretores.

O RBS (Royal Bank of Scotland) Group também pretende elevar os salários-base de seus executivos. O banco concedeu o controle da empresa ao Tesouro após receber um auxílio de £ 45,5 bilhões (US$ 76 bilhões) para fugir da crise.