Salário Mínimo

Barbosa: governo trabalha pela aprovação do texto original da MP do salário mínimo

ssa fórmula leva em conta a inflação dos últimos 12 meses mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes

Na saída de uma visita ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou nesta quarta-feira, 24, que o governo trabalha para manter o texto original da Medida Provisória 672, que estende até 2019 a fórmula atual de correção do salário mínimo. Essa fórmula leva em conta a inflação dos últimos 12 meses mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

 

“Estamos trabalhando pela aprovação do projeto original”, disse Barbosa, no único comentário que fez após a visita.

PUBLICIDADE

 

O governo está receoso com a tentativa de indexação da política de reajuste do salário mínimo ao pagamento de aposentadorias e pensões da Previdência Social. O Palácio do Planalto está preocupado com a iniciativa, que consta de emendas à medida provisória. A MP deve ir à votação hoje pela Câmara e, se aprovada pelo Congresso, poderia causar um impacto bilionário para os cofres da Previdência Social.

 

Pouco antes, questionado sobre o assunto, Renan Calheiros afirmou que o Poder Legislativo não deixará que pautas que causem impacto para os cofres públicos prosperem. “Essa questão da pauta bomba não vai haver, não. Essa questão da pauta bomba, ela não vai preponderar no Legislativo e nós temos absoluta preocupação com o equilíbrio fiscal e cabe ao Congresso Nacional sugerir saídas”, disse.