Greve

Bancos retomam negociação com bancários para acabar com a greve

Os bancos estão em greve desde 19 de setembro. Bancários querem reajuste de 11,93%

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após 16 dias em greve, a Federação dos Bancos chamou o Comando dos Bancários, que organizou a paralisação, para conversar. A reunião está marcada para esta sexta-feira (4) às 15 horas, em São Paulo.

“Esperamos que a Fenaban venha para a mesa com uma proposta decente para os trabalhadores. Esperamos que a proposta realmente seja para fechar o acordo”, afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira.

Em greve desde 19 de setembro, os bancários querem aumento real de salários, valorização do piso, da PLR, dos vales e auxílios, além de melhoria nas condições de trabalho. A categoria reivindica, ainda, novas conquistas como o abono-assiduidade para todos e o vale-cultura.

PUBLICIDADE

A última rodada de negociação entre a Fenaban e o Comando Nacional dos Bancários foi realizada em 5 de setembro e a proposta apresentada pelos bancos de 6,1% de reajuste foi rejeitada em assembleias por todo o Brasil no dia 12 de setembro.

Na última quinta-feira, a CNDL enviou um oficio à Febraban (Federação Brasileira de Bancos), nesta quinta-feira (3), solicitando um acordo imediato entre os bancários e empresários. A entidade estima que a greve deve causar um prejuízo de 30% ao setor.