Banco de horas é alternativa de horário de trabalho flexível

Para diretor do MonsterBrasil.com, Rodolfo Ohl, horário de trabalho flexível é interessante para ambos os lados

SÃO PAULO – A jornada de trabalho flexível não é um benefício apenas dos profissionais autônomos, que têm a possibilidade de planejar seu dia-a-dia. De acordo com o diretor do MonsterBrasil.com, Rodolfo Ohl, algumas empresas do País já adotam horário de trabalho flexível.

“No Brasil, uma das formas encontradas para aplicar o horário flexível é por meio do banco de horas. O profissional acumula horas, que se transformam em créditos e que posteriormente são utilizadas pelo funcionário de forma flexível”.

Ainda de acordo com Ohl, a jornada de trabalho flexível é interessante tanto para as empresas quanto para os funcionários. “Se a empresa necessita que o profissional produza mais, ao invés de pagar hora extra, ela cria um banco de horas que o profissional utiliza futuramente”. Desta forma, ele trabalha mais em um período em que a empresa necessita e depois é compensado com horas de descanso.

Acordo sindical

PUBLICIDADE

Para que o horário flexível seja viável, a empresa tem de verificar se ele está previsto em acordo de trabalho coletivo feito junto ao sindicato dos trabalhadores, segundo disse o diretor.

“O horário flexível é uma prática de Recursos Humanos que contribui na atração e retenção de talentos. Ela é bem-vista pelos candidatos que querem atuar na empresa e também pelos profissionais da organização”.

EUA

Nos EUA, a jornada de trabalho flexível está sendo adotada por algumas empresas no verão. Um levantamento online, realizado com 3.431 usuários norte-americanos do portal do Monster, revelou que 44% desses profissionais terão um horário de trabalho flexível durante o verão.

Para 12% dos entrevistados, essa medida foi tomada pela empresa para conter os gastos. Outros 44% que responderam à pesquisa disseram que o horário flexível durante o verão não foi adotado pelas suas respectivas companhias.

“Durante este período de crise, muitas companhias estão oferecendo horário de trabalho flexível como uma alternativa à dispensa e também como um caminho para dar novo ânimo aos empregados, além de ser uma ferramenta de retenção muito eficiente e um presente de baixo custo durante a baixa da economia”, finaliza a diretora de Conteúdo de Carreira do Monster.com, Norma Gaffin.