Atividade industrial se intensifica e vê maior expansão em sete meses

Indicadores de fevereiro mostram forte expansão do setor em comparação com o mesmo período de 2007

SÃO PAULO – A CNI (Confederação Nacional da Indústria) divulgou nesta quinta-feira (3) boletim mostrando expansão da atividade da indústria de transformação em fevereiro.

Indicando a manutenção do crescimento visto nos últimos sete meses, o faturamento real da indústria avançou 1,5% em fevereiro, na comparação com janeiro, o que representa a maior taxa mensal de crescimento desde junho do ano passado. Frente a fevereiro de 2007, a expansão das vendas foi de 11,5%.

Neste contexto, destaca-se o recuo da utilização da capacidade instalada, que passou de 83,1% em janeiro, para 82,9% em fevereiro. De acordo com o relatório da CNI, essa queda “sinaliza aumento da capacidade produtiva, fruto da maturação dos investimentos realizados ao longo de 2007”.

Expansão do mercado de trabalho

PUBLICIDADE

A intensificação da atividade industrial é acompanhada pela geração de postos de trabalho, sendo que o emprego na indústria cresceu 5% nos dois primeiros meses do ano, se comparado ao mesmo período de 2007, o que corresponde ao mais alto ritmo de expansão desde 2005.

Já as horas trabalhadas apresentaram aumento de 1,8% ante a janeiro, sendo a maior taxa desde abril de 2005. Se comparadas à fevereiro de 2007, as horas trabalhadas subiram 8,8%. Essa expansão também pôde ser vista na massa de salários, que avançou 7,2% na mesma base de comparação.