Emprego

Até julho, 168 mil temporários foram contratados no Brasil

Levantamento da Assertem considerou os picos de aumento na demanda como as férias de verão, o Dia das Mães, a Páscoa e as férias de julho

(Wikimedia Commons)

SÃO PAULO – As contratações de profissionais temporários chegaram a 168 mil em julho deste ano, segundo dados da Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e Trabalho Temporário). O levantamento, divulgado na última semana em parceria com o Sindeprestem (Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário do Estado de São Paulo), considerou somente os picos de aumento na demanda como as férias de verão, o Dia das Mães, a Páscoa e as férias de julho.

Neste período, ainda com base nas pesquisas encomendadas pela Asserttem e pelo Sindeprestem ao Ipema (Instituto de Pesquisa Manager), o número de contratos temporários transformados em emprego efetivo chegou a 16 mil. “O trabalho temporário é uma opção regulamentada por Lei (nº. 6.019/74) para quem busca no mercado rendimento extra, experiência profissional ou recolocação no mercado de trabalho formal”, informa a presidente da Asserttem, Jismália de Oliveira Alves.

Análise por período
DataTemporários contratadosEfetivados
Férias de verão 201225 mil2,5 mil
Páscoa70,8 mil7 mil
Dia das Mães56 mil5,6 mil
Férias de julho16,5 mil1 mil

  

PUBLICIDADE