a sua está na lista?

As universidades mais reclamadas em SP, segundo o Procon

Mais uma vez liderando o ranking, o Grupo Uniesp recebeu 402 queixas entre janeiro e setembro de 2014

SÃO PAULO – Pelo segundo ano consecutivo, o Procon-SP levantou as universidades privadas de São Paulo que receberam mais reclamações ao longo do ano. Mais uma vez liderando o ranking, o Grupo Uniesp recebeu 402 queixas entre janeiro e setembro de 2014.

Na segunda posição está a Anhanguera Educacional, com 192 reclamações de consumidores para o órgão, e a Uninove (Universidade Nove de Julho), com um total de 156 registros.

Segundo o órgão, o número de reclamações do Grupo Uniesp cresceu 38,62% em comparação ao ano passado. Apesar do alto número de reclamações, a instituição solucionou 86% das queixas registradas no Procon – um dos maiores índices entre as 10 mais reclamadas, atrás apenas da Uninove, que resolveu 87% das reclamações.

PUBLICIDADE

Já o menor índice de solução é da Universidade Anhembi Morumbi. Das 124 queixas registradas no Procon, apenas 53% foram solucionadas.

Em quase metade dos casos, o principal problema se refere à cobrança das mensalidades. Outras demandas recorrentes como o não fornecimento de documentos escolares, problemas com contrato e prestação de serviços totalizam 48% das reclamações. Confira abaixo as insitituições privadas de ensino superior de São Paulo com maior número de reclamações, segundo o Procon:

UniversidadeNúmero de reclamaçõesÍndice de solução
*Procon-SP
Grupo Uniesp40286%
Anhanguera Educacional19254%
Uninove15687%
Universidade Anhembi Morumbi12453%
FMU7481%
Unip6177%
Cruzeiro do Sul6067%
Estácio3971%
Unisa3580%
Faculdade Sumaré2871%

Outro lado
Em nota, a Anhanguera Educacional alega que o número de 192 reclamações emitidas pelo Procon representa menos de 0,04% do total de 462 mil alunos da instituição. “A Anhanguera ressalta ainda que o relacionamento com o aluno é uma das suas prioridades – com atuação nacional em 24 estados, além do Distrito Federal, mais de 2,4 milhões de atendimentos foram realizados nos canais de relacionamento com o aluno até outubro/2014.”

Já a Uninove afirmou em nota que busca “constantemente uma educação de qualidade aliada a satisfação de seus alunos, direcionando seus esforços para a melhoria constante de seus serviços”. Para isso, a instituição investiu em seus canais de comunicação com alunos e candidatos, por meio de sua Central de Relacionamento.  

O Grupo Uniesp, Universidade Anhembi Morumbi, FMU, Unip, Cruzeiro do Sul, Estácio, Unisa e Faculdade Sumaré não se posicionaram até o fechamento desta matéria.