Confira

As profissões e áreas que estarão em alta nos próximos anos, segundo a Catho

Segundo Carla Carvalho, assessora da Catho responsável pelo levantamento, o que faz com que essas profissões sejam chamadas de “profissões do futuro” são os salários competitivos e as oportunidades, que são maiores do que em outras áreas

SÃO PAULO – Em agosto, o desemprego no Brasil ficou em 11,8%. Embora as perspectivas de melhora sejam somente para o segundo trimestre de 2017, algumas profissões devem ter mais oportunidades logo no início do próximo ano.

Em levantamento encomendado pelo InfoMoney, a Catho afirma que algumas das profissões que estarão em alta para 2017 e os próximos anos são as que fazem parte da área de TI, de Big Data e de curadoria digital, entre outras.

Segundo Carla Carvalho, assessora da Catho responsável pelo levantamento, o que faz com que essas profissões sejam chamadas de “profissões do futuro” são os salários competitivos e as oportunidades, que são maiores do que em outras áreas.

PUBLICIDADE

Confira quais são essas profissões/áreas e porque:

Área de tecnologia da informação
Segundo Carla, essa área tem “poucos profissionais realmente qualificados” e, ainda assim, existe grande demanda de soluções e recursos tecnológicos nas empresas.

Profissionais de Big Data
Esse profissional é procurado pois é o responsável por fazer a análise estratégia de reações do mercado a partir de dados e informações, conseguindo apontar melhorias para a empresa.

Área de engenharia com foco em agronegócios
Os setores de agronomia, aquicultura, agrimensura, ambiental, florestal e até mesmo pesca estão em destaque, tanto pela modernização do setor de agronegócio quanto para garantir a preservação de recursos naturais.

Área de engenharia de inovação
O objetivo da área é identificar, estruturar e solucionar demandas de inovação para inúmeros segmentos; como pode atender diversas áreas, ela deve ganhar força no futuro.

Gestão de resíduos
“É necessário cada vez mais cuidar do meio ambiente e o profissional habilitado para trabalhar com resíduos sólidos, tratamento de água, esgoto, destinação correta do lixo, reciclagem e limpeza urbana provavelmente ganhará destaque nos próximos anos”, explicou Carla.

PUBLICIDADE

Curadoria de conteúdo/digital
Os profissionais dessa área ganharão espaço por conta da “avalanche de conteúdo disponível na internet”, segundo Carla, e o pouco tempo para gerenciar tudo isso. Seu papel será o dede organizar essas informações e evitar que elas se percam em meio a dados irrelevantes.

Especialista em cloud computing
O armazenamento de dados é feito cada vez mais em nuvem, facilitando o acesso a eles. Com a propagação desse serviço e sua popularização, a demanda de profissionais dessa área é cada vez maior.

Gerente de marketing para e-commerce
“Estima-se que com a tendenciosa comercialização de produtos pela internet, tenhamos nos próximos anos mais companhias voltadas a esse tipo de negócio, gerando a necessidade de captação de novas frentes de trabalho no segmento”, disse Carla.

Medicina geriátrica
A necessidade desse profissional é um reflexo da população atual e futura, que apresenta maior expectativa de vida e aumenta a demanda do atendimento médico a pacientes de terceira idade.