Boas impressões

As perguntas mais frequentes em entrevistas de emprego

Qualquer um que esteja procurando emprego deve estar preparado para responder estas 4 uestões

arrow_forwardMais sobre
Candidatos para vaga de emprego com currículos nas mãos
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Ter boas qualificações, um currículo interessante e capacidade de realizar as tarefas que um emprego demanda nem sempre é o suficiente para conseguir uma vaga: o desempenho na entrevista de emprego, desde pontualidade até coerência nas respostas, é essencial para chamar a atenção do empregador.

Em janeiro, uma pesquisa mostrou que, em cada 5 novos desempregados de 2016, provavelmente 1 será brasileiro, o que significa que se destacar é ainda mais importante, com a alta procura. Segundo Madalena Feliciano, diretora de projetos da empresa Outliers Careers, é preciso estudar a empresa e se conhecer bem: o recrutador quer saber o tamanho do interesse dos candidatos em trabalhar naquela vaga.

Além disso, é preciso estar preparado para responder às questões que serão feitas no momento da entrevista. Para ajudar, a especialista listou as perguntas que quase sempre são feitas, e para as quais é importante ter as respostas na ponta da língua:

PUBLICIDADE

1. Fale sobre você/Quais são suas qualidades e defeitos?

De acordo com Madalena, a resposta para esta questão obrigatória deve ser sucinta e direta, valorizando acima de tudo o seu perfil profissional.

Cite qualidades e situações profissionais em que elas foram importantes, para além do que está no CV – mas preferencialmente aquelas que mais tiverem relação com a vaga que almeja.

Tome cuidado para não “parecer arrogante”: “vite usar palavras clichê: proativo, persistente, etc”, diz a especialista. Ao mesmo tempo, é importante ser sincero quanto aos pontos fracos, mas demonstrar a vontade e o esforço em melhorá-los.

Caso o recrutador questione alguns pontos da vida pessoal, responda sem se alongar nesse aspecto, que não é tão relevante.

2. Quais são seus objetivos no curto ou no longo prazo?

PUBLICIDADE

Ter planos e metas é algo que recrutadores levam em consideração, de acordo com Madalena. “Após falar o que você deseja, pergunte algo sobre a empresa. Além de mostrar interesse e curiosidade sobre o lugar, você pode avaliar o quanto trabalhar ali pode ser importante na sua carreira”, sugere. Mas cuidado com respostas simplistas – e proibidas – como ‘ganhar bem’ e ‘aposentadoria’.

3. Por que devemos escolher você?

Nessa resposta, você deve estar preparado para um marketing pessoal bem feito. Justifique o que poderia fazer com que você se tornasse uma peça importante para a empresa, mostrando valores, formas de trabalhar e como pode fazer a diferença.

4. Algo sobre o currículo.

É muito comum que o recrutador escolha um ponto específico do currículo do candidato para explorar com maiores detalhes. “Ele pode perguntar sobre alguma experiência que você já passou ou até mesmo testar alguma informação, como o seu nível no inglês. Por isso é fundamental não mentir no seu currículo”, explica a especialista. Esteja afiado para comentar tudo o que escreveu na sua apresentação.