Negócios

As 21 maiores empresas familiares do mundo, segundo o Credit Suisse

As empresas estão em 35 países, sendo que mais de 64% são asiáticas

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – No início do mês, o Credit Suisse divulgou o CD Global Family 900 Universe, um compilado das 920 maiores empresas do mundo que são comandadas por famílias. Elas são empresas com ações abertas de ao menos US$ 1 bilhão – e as famílias possuem ao menos 20%.

As empresas estão em 35 países, mas mais de 64% delas são asiáticas. Todas, como qualquer negócio familiar, possuem suas histórias e conflitos.

Confira quais são as 21 primeiras empresas:

PUBLICIDADE

1. Novartis
Uma das maiores farmacêuticas do mundo, ela foi criada em 1996 na Suíça após o casamento entre Sandoz e Ciba Geigy. Os descendentes de Edouard Sandoz, que fundou a Sandoz em 1886, possuem uma quantia significativa da Novartis. Hoje, a Novartis vale US$ 279 bilhões.

2. Roche
Avaliada em US$ 254 bilhões, a também farmacêutica foi fundada por Fritz Hofmann-La Roche e, a princípio, era uma empresa que fabricava xarope para tosse. Seus herdeiros ainda são donos de ao menos metade das ações da empresa. A família Hoffmann-Oeri controla a empresa através de sua votação, sendo que Dr. Andreas Oeri e André Hoffmann estão na bancada de diretores da farmacêutica suíça.

3. Walmart
A loja de departamento foi fundada por Sam Walton na década de 1962 e já foi eleita a maior multinacional do mundo. A família Walton ainda é dona de metade do Walmart através da Walton Enterprises – e apenas metade da empresa coloca cinco deles entre as pessoas mais ricas do mundo. Avaliada em US$ 241 bilhões, os filhos Rob e Jim Walton estão na banca de diretores, junto da irmã Alice e cunhada Christy, sendo que cada um possui um patrimônio de US 35 bilhões. No mês passado, Gregory Penner, genro de Rob Walton, assumiu como presidente da empresa.

4. Facebook
A irmã mais velha de Zuckerberg, Randi, era executiva de marketing antes de sair para abrir sua própria empresa. O pai do fundador possui 2 milhões das ações do Facebook como agradecimento por ter emprestado dinheiro nos primeiros anos da empresa. Hoje, o Facebook está avaliado em US$ 225 milhões.

5. Anheuser-Busch InBev
A AB Inbev, como é mais comumente chamada, é a maior cervejaria do mundo. Fundada na Bélgica, hoje ela é resultado da fusão entre a Ambev e a belga Interbrew. Em 2008, a InBev comprou a Anheuser-Busch, e hoje todo o império é comandado por Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles. Por serem donos de mais de 20% da empresa, avaliada em US$ 197 bilhões, entram na lista. 

6. Oracle
Fundada em 1977 por Larry Ellison, a empresa é avaliada em US$ 192 bilhões. O fundador assumiu o cargo de CEO da empresa de tecnologia no ano passado e, embora seus filhos sejam donos de parte da empresa, não é provável que assumam a empresa futuramente.

PUBLICIDADE

7. Samsung Electronics
O CEO Lee Kun-Hee foi responsável, junto a seu pai, de transformar a Samsung Group em um conglomerado de tecnologia. Seu filho, Jay Y. Lee é o vice-presidente e possível sucessor da empresa; suas filhas, Boo-Jin e Seo-Hyun também possuem cargos dentro da empresa, avaliada m US$ 174 bilhões.

8. Volkswagen
A família Piëch-Porsche é a que detém a maior parte da Volkswagen através da Porsche Automobile Holding. Eles são descendentes do fundador da Porsche, Ferdinand Porsche, o responsável por desenhar o primeiro Fusca para Adolf Hitler – e cinco deles estão no comando da empresa, avaliada em US$ 120 bilhões.

9. Kinder Morgan
Richard Kinder foi cofundador da empresa norte-americana, uma das maiores de energia no mundo todo. Ele e sua mulher, Nancy, são os maiores filantropos de Houston, nos Estados Unidos. Atualmente, a empresa está avaliada em US$ 90 bilhões.

10. Nike
O cofundador da empresa Phil Knight também foi seu CEO desde sua criação em 1964. Em 2016, quem assume o comando da empresa é seu filho, Travis Knight.

11. Tata Consultancy Services
Fundada por Jamsetji Tata, a empresa indiana de US$ 80 bilhões é controlada pela acionista Tata Sons. Além disso, 66% das ações da empresa são destinadas a ações filantrópicas controladas pela família.

12. SoftBank
Fundada pelo segundo homem mais rico do Japão, Masayoshi Son, a empresa de telecomunicações está avaliada em US$ 72 bilhões. Além de ter seu próprio negócio de celulares, internet e e-commerce, ela ainda detém 32% da Alibaba. Son deve deixar o cargo de CEO da empresa em breve e diz estar criando um sucessor.

13. McKesson
Uma das maiores empresas dos Estados Unidos e líder em distribuição farmacêutica, ela foi fundada por John McKesson em 1833. Boa parte da empresa, hoje avaliada em US$ 55 bilhões, é de posse de seus descendentes.

14. Sun Hung Kai Properties
Fundada por Tak-Seng, os irmãos Kwok herdaram a empresa do pai, mas não de maneira pacífica: Walter Kwok deixou a empresa no ano passado após uma briga com seus irmãos e, no mesmo ano, Thomas também a deixou após ser pego subornando policiais de Hong Kong. Raymond, o único irmão que ainda está na empresa, é o CEO e seus filhos Edward e Adam também trabalham lá. A mãe dos Kwok, Siu-Hing Kwong, é uma das maiores acionistas da empresa, avaliada em US$ 49 bilhões.

15. Foxconn
A manufatureira para empresas como a Apple, Dell, Microsoft, HP e outras foi fundada em Taiwan por Terry Gou e sua família detém mais de 20% das ações da empresa.

16. Richemont
A Richemont é a segunda maior empresa de produtos de luxo atrás da LVMH, com marcas como Cartier e Montblanc em seu portfolio. Ela foi fundada por Johann Rupert e sua família é a que possui a maior parte das ações.

17. Reliance Industries
A empresa de energia foi fundada pela família mais rica da Índia, a Ambani. Fundada por Dhirubhai, hoje o CEO da empresa é seu filho, Mukesh Ambani. A esposa de Mukesh também está no comando, enquanto seus filhos estão no comando das unidades de varejo e telecomunicação do conglomerado de US$ 45 bilhões.

18. Philips 66
A produtora de gás foi inicialmente fundada por Frank e L. E.Philips em 1917 como a Philips Petroleum Company. A fusão com a empresa Conoco em 2002 criou a ConocoPhilips, mas a Philips 66 foi cindida apenas em 2012. Apesar da fusão, a família Philips ainda detém a maior parte da empresa.

19. Carnival Corporation
A operadora de cruzeiros norte-americana foi fundada por Ted Arison e hoje é controlada por Micky Arison, ex-CEO da empresa. Sua irmã Shari é dona de uma grande parcela da Carnival, embora possua sua própria firma de investimentos em Israel.

20. CK Hutchinson Holdings
Li Ka-Shing é o homem mais rico da Ásia e, junto de sua família, controla a empresa fundada na década de 1950. Avaliada em US$ 36 bilhões, Li comanda a empresa com seu filho Victor.

21. Sun Pharmaceutical
A maior empresa farmacêutica da Índia, ela foi fundada por Dilip Shanghvi em 1983 após este ter pego emprestado US$ 160 de seu pai.