sem rotina

As 11 profissões mais imprevisíveis do mercado brasileiro

O estudo, desenvolvido em janeiro, levantou as profissões que têm como rotina a mudança constante de cenários e obstáculos

SÃO PAULO – Um levantamento realizado pelos headhunters da consultoria De Bernt Entschev revelou as profissões do mercado brasileiro mais imprevisíveis. Entre elas estão empresários, presidentes, jornalistas, profissionais de TI (Tecnologia da Informação) e profissionais de saúde.

O estudo, desenvolvido em janeiro, levantou as profissões que têm como rotina a mudança constante de cenários e obstáculos. “Para algumas profissões não existe rotina”, disse a sócia da consultoria De Bernt Entschev Human Capital, Renata Perrone.

Segundo a sócia, as carreiras citadas apresentam grande resiliência, ‘jogo de cintura’, controle emocional, flexibilidade e capacidade de manter o foco. “Esses são aspectos ainda mais necessários e valorizados no perfil destes profissionais.”

PUBLICIDADE

As profissões mais instáveis
Renata afirma que o estudo não se trata de um ranking, mas sim uma lista com as profissões que tem imprevisibilidade no mercado atual no Brasil. Confira abaixo quais são elas: 

  • Empresários, presidentes e diretores de empresas
  • Jornalistas, repórteres
  • Profissionais de TI
  • Profissionais de logística e comércio exterior
  • Profissionais da saúde (médicos, socorristas, enfermeiros)
  • Profissionais de segurança (policiais, bombeiros)
  • Operador, corretor de ações
  • Profissionais da área financeira
  • Gestor de projetos
  • Vendas
  • Psicólogos, profissionais de RH, psicólogos, headhunters