Após aumento do mínimo, benefícios da Previdência têm novos valores

Reajuste dos benefícios da Previdência estão valendo desde 1 de março, em decorrência do aumento do salário mínimo

SÃO PAULO – Os benefícios da Previdência Social foram reajustados, a partir de 1º de março, em decorrência do aumento do salário mínimo para R$545.

Assim, conforme portaria 115, dos ministérios da Previdência Social e da Fazenda, publicada nesta sexta-feira (4) no DOU (Diário Oficial da União), o salário-de-benefício e o salário-de-contribuição não poderão ser inferiores a R$ 545 nem superiores a R$ 3.689,66.

Tabela de contribuição
Já a tabela de contribuição dos segurados para pagamentos de remuneração, segundo a assessoria de imprensa da Previdência Social, manteve-se inalterada, valendo os valores praticados desde janeiro deste ano.

PUBLICIDADE

Abaixo estão as tabelas vigentes de contribuição para segurados empregado, empregado doméstico e trabalhador avulso e segurados contribuinte individual e facultativo:

Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos
Salário de contribuição (R$)Alíquota para fins de recolhimentos ao INSS (%) 
até R$ 1.106,90                                                                   8%
de R$ 1.106,91 a R$ 1.844,839%
de R$ 1.844,84 a R$ 3.689,6611%
Segurados contribuinte individual e facultativo
Salário de contribuição (R$)Alíquota para fins de recolhimentos ao INSS (%)     
R$ 545 (valor mínimo) 11%
de R$ 545  (valor mínimo) a R$ 3.689,66 (valor máximo)20%