Após 15 dias de greve, bancos voltam a funcionar nesta quinta em SP

Proposta aprovada pelos bancários prevê reajuste de 16,33% no piso da categoria, passando este a valer R$ 1.250

SÃO PAULO – Após 15 dias de greve, os bancários aprovaram, na última quarta-feira (13), as propostas apresentadas pela Fenaban (Federação dos Bancos), CEF (Caixa Econômica Federal) e Banco do Brasil.

Dessa forma, segundo a assessoria de imprensa do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, os bancos devem voltar a funcionar normalmente nesta quinta-feria (14) em São Paulo.

“Além das questões econômicas, saímos dessa campanha com avanços em reivindicações prioritárias: segurança e saúde, principalmente no combate a um dos maiores vilões da categoria, o assédio moral”, disse a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira.

PUBLICIDADE

Proposta
A proposta aprovada pelos bancários prevê reajuste de 16,33% no piso da categoria, passando este a valer R$ 1.250, e de 7,5% nos salários.

Além disso, os bancários conquistaram maior participação nos lucros e resultados, avanço na segurança e cláusula inédita de combate ao assédio moral.