Carreira pública

Apesar de vários concursos públicos serem cancelados, ainda há opções; confira

Governo cortou vagas de concursos para tentar reduzir déficit do orçamento nacional

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Na tentativa de organizar as contas do País, o governo federal precisou fazer alguns cortes no orçamento e os concursos públicos, muitos deles esperados por milhares de pessoas, não ficaram de fora.

As vagas cortadas, de concursos já previstos para esse ano e para 2016, somam mais de 5 mil dos mais diversos níveis. Veja alguns dos que foram cancelados:

InstituiçãoVagas
Ministério da Fazenda 3.500 vagas de vários níveis
IBGE600 vagas de nível médio e superior
Abin470 vagas de vários níveis
Ministério da Educação321 vagas de nível técnico e superior
Banco Central do Brasil300 vagas de nível superior
Funai220 vagas de nível superior
Instituto Nacional do Seguro Social220 vagas de nível médio e superior
Pré-Sal150 vagas de níveis não divulgados
Agência Nacional da Saúde Suplementar 102 vagas de nível técnico
Serviço Geológico do Brasil52 vagas de nível técnico
Aeronáutica34 vagas de nível superior
BNDES Número de vagas não divulgado oficialmente
Câmara dos DeputadosNúmero de vagas não divulgado oficialmente

No entanto, nem tudo está perdido para quem quer tentar a carreira pública. Os concursos estaduais ou municipais não entraram no pacote da suspensão do governo.

PUBLICIDADE

Veja cinco concursos que ainda estão abertos e precisando de funcionários:

1- INSS
O Instituto Nacional do Seguro Social está com 800 vagas para técnico do seguro social (nível médio) e 150 para analista do seguro social (nível superior). Os salários podem passar de R$ 7 mil.

2- IBGE
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística tem 90 oportunidades de nível superior para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações, 50 de nível superior para tecnologista em informações geográficas e estatística e 460, de nível médio, para técnico em informações geográficas e estatística. Os salários podem passar de R$ 8,9 mil.

3- Anac
Ao todo, são 150 vagas autorizadas para a Agência Nacional de Aviação Civil. Dessas, 65 são de nível superior para especialista em regulação de aviação civil, 25 são para analista administrativo também de nível superior, 45 para técnico em regulação de aviação civil, cargo de nível médio, e 15 para técnico administrativo, também de nível médio.

4- ANP
Apesar de poucas vagas, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis tem 14 oportunidades para técnico em regulação de petróleo e derivados, álcool combustível e gás natural e outras 20 oportunidades para técnico administrativo.

5- ANS
Na Agência Nacional de Saúde Suplementar são 36 vagas para técnico em regulação de saúde suplementar e 66 para técnico administrativo.