Apagão de talentos cria abismo de salários no Brasil

Pesquisa do Hay Group mostrou crescimento de 4,2%, em um ano, na diferença de ganhos de gerentes e auxiliares administrativos

SÃO PAULO – A grande demanda não atendida por talentos está inflacionando o salário do cargo sênior, em comparação com cargos mais baixos. Pesquisa realizada pelo Hay Group exemplifica a situação: a diferença de salários destes dois tipos de profissionais, no Brasil, aumentou em 4,2% entre 2006 e 2007.

De acordo com a pesquisa global Pay Gaps, divulgada nesta segunda-feira (12), o Brasil ocupa a 17ª posição em um ranking que mostra a diferença dos salários dos gerentes e auxiliares administrativos. Profissionais de alto cargo ganham, em média, 7,3 vezes mais do que os auxiliares.

Para o consultor sênior do Hay Group na Argentina, Francisco Peró, o aumento dos salários de gerentes se deve ao crescimento da economia, que faz com que as empresas retenham seus talentos. “Quando o mercado se torna mais estável, é possível notar o desenvolvimento dos talentos locais, o que facilita esse aumento no gap entre salários”.

Emergentes na lista

PUBLICIDADE

A diferença é ainda mais visível quando analisados os países emergentes. A China está no topo da lista, com um abismo de 11,8 vezes. A Rússia ocupa a 10ª posição, enquanto a Índia está na 14ª. A explicação para o fato, de acordo com Peró, é a globalização do mercado de talentos seniores, que passou a exigir, mesmo das empresas locais, um salário internacional.

“Os auxiliares administrativos, no entanto, não precisam ser remunerados de acordo com os patamares globais e tendem a receber salários mais na linha dos custos de vida”, disse.

Na análise dos países latino-americanos, nove dos 12 estudados estão entre as 21 primeiras nações com maior gap. A Guatemala, por exemplo, aumentou o abismo entre os salários em 21,4% em um ano. A Argentina é uma exceção, com queda de 0,5% na diferença, devido ao desenvolvimento da economia.

Ranking

Veja, abaixo, os dez países com maior diferença entre os salários de gerentes e auxiliares administrativos:

ColocaçãoPaísDiferença/07
China11,8
Tailândia10,7
Vietnã9,8
Romênia9,8
El Salvador9,6
Guatemala9,4
República Dominicana9,1
Indonésia9,1
Polônia9,1
10ºRússia8,7

Fonte: Hay Group

A pesquisa foi realizada com 12 milhões de colaboradores de empresas de 61 países.