Antes de salário, sensação de progresso leva profissional a assumir liderança

Em pesquisa que listava motivador maior para assumir cargo de chefia, a ascensão foi o item mais citado

SÃO PAULO – O sentimento de progresso é o que mais motiva os profissionais a assumirem a liderança, segundo revelou pesquisa realizada pela Persona Consultoria & Eventos.

De acordo com os dados, coletados com funcionários de 12 empresas da Grande São Paulo, 34% das pessoas entrevistadas disseram que a ascensão era a motivação mais relevante para assumir um cargo de chefia. Foram analisadas companhias dos setores comercial, industrial e de serviços.

“O resultado apontou que há um desconforto por parte de colaboradores nas empresas entrevistadas quanto a possibilidade de assumirem cargos de chefia; no entanto, o motivador mais forte para aceitar o cargo, em primeiro lugar, é o sentimento de progresso profissional, mais do que eventuais aumentos de salário”, diz a coordenadora do estudo, Suyen Miranda.

Resultados

PUBLICIDADE

Com 25% das respostas, o aumento do salário está na segunda posição. Na tabela abaixo é possível identificar outras respostas dadas pelos entrevistados à pergunta “qual a motivação mais relevante para assumir um cargo de chefia?”.

ItemRespostas
Sentimento de progresso profissional34%
Aumento de salário25%
Sentimento de reconhecimento da empresa14%
Segurança e estabilidade na empresa14%
O fato da empresa exigir isso de mim8%
O fato de poder gerenciar os outros5%

Fonte: Persona Consultoria & Eventos

Desconforto

A maior parte dos entrevistados, ou 78%, disse se sentir desconfortável em assumir um cargo de liderança, principalmente pelo fato de terem de gerenciar o trabalho de outras pessoas. Outros 61% afirmaram ter medo da liderança.