Amigos pessoais no trabalho: conciliar relacionamento e emprego exige cuidados

Dividir o expediente com seu melhor amigo pode lhe parecer agradável no início, mas será que você está mesmo preparado?

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Sabe-se que trabalhar em um ambiente agradável, onde existe amizade e integração, é sempre bom. O fato de não se sentir ameaçado o tempo todo, de poder contar com quem está por perto é elemento claro de motivação.

No entanto, será que é fácil lidar com a amizade no ambiente de trabalho? A missão de trabalhar ao lado de um amigo pessoal não é tão complicada, mas requer de ambos uma postura e tanto. É preciso saber separar as coisas: o que é trabalho e o que é relacionamento.

Responsabilidades divididas

O primeiro ponto para conseguir conduzir bem as duas “tarefas” é ter sempre em mente que, na empresa, vocês são apenas companheiros de trabalho e membros de uma mesma equipe.

Tal constatação, embora pareça óbvia, faz com que estes amigos possam perceber a necessidade de se relacionar com toda a equipe, sem cair na armadilha de se fechar em uma “panelinha”, onde ambos se protegem e se bastam.

Ética acima de tudo

Aprenda a investir na bolsa

Outro fator importante é ter consciência quanto à necessidade de dividir as coisas. Embora amigos, é preciso que ambos consigam enxergar as qualidades, os defeitos e, principalmente, as obrigações de cada um. Amigos ou não, cada um possui sua função na empresa e deve procurar desenvolvê-la da melhor forma.

Evite a idéia de proteção mútua, ou seja, de se fecharem e se pouparem acima de tudo, quando algo der errado. Esta é uma atitude extremamente antiética, que poderá prejudicar quem estiver ao lado.

Mesmo entre amigos, hierarquia existe

Por mais que vocês se dêem muito bem, precisam respeitar a hierarquia imposta pela empresa.
Afinal, o fato de serem amigos não os obriga a avançarem juntos na empresa, ou seja, a promoção de uma pessoa não implica necessariamente na premiação da outra.

Na empresa, procure separar as coisas, seu crescimento depende da sua postura, de como você encara seus próprios desafios. Prepare-se: seu melhor amigo pode se tornar seu chefe, e isso exigirá de vocês uma postura e tanto.

Quando algo não vai bem…

Como todo relacionamento, nem sempre tudo vai bem. Nesta hora, a forma de conduzirem a situação poderá ser decisiva. Se, pessoalmente, você estiver bravo ou irritado com o seu amigo, isto não poderá ser levado ao campo profissional.

Sendo assim, contenha suas emoções e seja equilibrado o suficiente para não misturar as coisas. Do contrário, aí sim a situação poderá se agravar!