Alunos em cursos a distância no Brasil aumentam 60% em 2005

No ano passado, 500 mil estudantes realizaram cursos nesta modalidade. Em 2004, foram 310 mil alunos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com dados do Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância de 2006, elaborado pela Associação Brasileira de Educação a Distância, o número de estudantes que fizeram cursos a distância no Brasil, em 2005, aumentou cerca de 60% com relação a 2004.

Segundo a pesquisa, no ano passado, 500 mil alunos realizaram cursos a distância, enquanto em 2004, foram 310 mil estudantes que participaram de cursos deste tipo.

Qualidade

O secretário de Educação a Distância do MEC (Ministério da Educação), Ronaldo Mota, disse que a educação nessa modalidade não deixa nada a desejar, se comparada a outros cursos. “Os profissionais formados pela educação a distância que estão atuando profissionalmente demonstram que não ficam devendo nada àqueles formados pela educação tradicional”, afirmou Motta.

Aprenda a investir na bolsa

Ele ainda afirmou que os profissionais formados por cursos a distância desenvolvem autodisciplina. “Portanto estão mais aptos, em média, para enfrentar novos desafios”, completou o secretário.

Estudo

A pesquisa abrangeu todas as instituições de ensino que têm esta modalidade de educação no País, e levantou dados como formato de cursos, método e desenvolvimento das atividades.

O estudo identificou que o aumento deste tipo de curso não significa que mais pessoas estão usando a internet para aprimorar o conhecimento. No Brasil, a maior parte da educação a distância é feita por meio de impressos, principalmente apostilas.

Motta ressaltou que os cursos a distância são importantes porque atingem pessoas que não estão inseridas no mercado de trabalho (idosos, donas de casa e outros) e regiões que não têm acesso à educação.