Alta ou baixa rotatividade? Vendedor fica em média três anos em empresa

Pular de "galho em galho" não é o mais aconselhável; ficar muito tempo no mesmo lugar pode ser insegurança

SÃO PAULO – De acordo com a pesquisa “Perfil do Vendedor Brasileiro”, divulgada pela revista VendaMais, a vida média de um profissional da área em uma empresa é de três anos.

Segundo o editor da publicação, Raúl Candeloro, o número pode ser considerado alto ou baixo, dependendo do vendedor. “Para um bom profissional, por exemplo, três anos é pouco tempo. Provavelmente, saiu da empresa por falta de investimentos ou por uma oferta melhor”.

Em contrapartida, para aquele profissional que não é destaque no mercado de trabalho, Candeloro disse que o tempo é longo, já que deveria ter saído antes da empresa.

Alta rotatividade

PUBLICIDADE

Pular de “galho em galho” não é o mais aconselhável no mercado de trabalho, pois pode ser mal visto pelas empresas. Um funcionário instável não interessa a quem está preocupado em investir em um novo talento. Por isso, um currículo com muita experiência e pouco comprometimento não é o mais adequado.

Além disso, as empresas não gostam desse tipo de atitude, porque gastam muito com a contratação. De acordo com pesquisa realizada pela consultoria PriceWaterhouseCoopers, a rotatividade de um colaborador custa cerca de uma vez e meia o salário de um funcionário deslocado.

Ficar muito tempo em um mesmo lugar, por sua vez, pode ser interpretado como insegurança. Não será este o seu caso? Se a resposta for negativa, não se acomode. Estar no lugar certo não significa que deve parar de investir na sua carreira. Resposta positiva, porém, implica correr atrás do que realmente fará sua carreira decolar.

Outros dados

Ainda de acordo com a pesquisa, 71% dos vendedores alegaram estar na empresa atual pelo período de até cinco anos. Porém, incluindo essa experiência, os entrevistados informaram que trabalharam em quase três empresas no período médio de nove anos.

Com relação ao tempo de atuação na área de vendas, a média é de nove anos, sendo de dez, entre os homens, e de oito, entre as mulheres.