Alerta: currículo on-line é usado para roubo de identidade

Criminoso precisa apenas de três das 15 categorias de informação usualmente divulgadas no currículo

SÃO PAULO – Fraudes relacionadas a dados pessoais constituem uma questão séria e preocupante para as pessoas nos dias de hoje. Para se ter uma idéia, 100 mil pessoas no Reino Unido são vítimas de roubo de identidade a cada ano e uma das ferramentas que estão sendo utilizadas é o currículo disponibilizado na internet.

A conclusão é de uma pesquisa realizada pelo site de recrutamento iProfile, em parceria com a Polícia Metropolitana de Londres e a IAAC (Information Assurance Advisory Council ou Divisão do Conselho de Segurança da Informação, em uma tradução livre).

A pesquisa

Um anúncio de emprego falso, de uma empresa fictícia chamada Denis Atlas, foi divulgado em um jornal de circulação nacional. O objetivo era averiguar quantas pessoas mandariam o currículo sem checar dados sobre a empresa antes. Se alguém procurasse pelo site da empresa, se deparava com um endereço criado para explicar que tudo não passava de um estudo.

PUBLICIDADE

O resultado: 107 pessoas enviaram o currículo à empresa fictícia. Os currículos traziam: data de nascimento (57% dos entrevistados colocaram essa informação); endereço completo (91,5%); informações detalhadas sobre as referências, colocando outras pessoas em risco (19%); e em um dos currículos havia até mesmo o número do passaporte do candidato.

De acordo com o estudo, o criminoso precisaria apenas de três das 15 categorias de informação divulgadas no currículo. Na média, os currículos traziam oito categorias de informação.

Como proteger seu currículo

Veja as dicas do iProfile sobre como proteger seu CV:

  • Certifique-se de que o seu endereço de e-mail não contém o nome da empresa na qual trabalha, e sim o nome do provedor de e-mail;
  • Tome cuidado extra ao utilizar computadores públicos e notebooks com WiFi (internet sem fio);
  • Destrua cópias antigas do seu currículo;
  • Tome cuidado com quem você compartilha informações de sua carreira;
  • Antes de enviar um currículo, pesquisa sobre a empresa e certifique-se de que ela é idônea;
  • Ao optar por um site de recrutamento, tenha certeza de que o site é protegido contra crimes virtuais;
  • Não coloque a data de nascimento;
  • Não coloque estado civil;
  • Não inclua local de nascimento;
  • Só escreva seu primeiro e seu último nome.