InfoMoney antecipou

“Agora, lugar de gente feliz é no Carrefour”, diz Abilio ao anunciar compra

Ele começa uma nova aventura na sua vida aos 77 anos, e agora deverá competir com a sua antiga empresa, fundada por seu pai

SÃO PAULO – Abilio Diniz comprou 10% da subsidiária brasileira do Carrefour e está pronto para a competição com a sua antiga empresa, o Pão de Açúcar: “agora, lugar de gente feliz é no Carrefour”, disse ao anunciar a aquisição nesta quinta-feira (18). O InfoMoney já havia antecipado a compra, um ano atrás. 

Ele começa uma nova aventura na sua vida aos 77 anos, e agora deverá competir com a sua antiga empresa, fundada por seu pai. Já na primeira entrevista coletiva, Abilio já assumiu o slogan de sua antiga rede, e agora rival – que atualmente está nas mãos do grupo francês Casino, principal adversário do Carrefour na França. 

A Península Participações, que reúne os investimentos da família Diniz, detém opções que permitem o aumento de sua participação na unidade brasileira do Carrefour até o limite de 16% nos próximos cinco anos. O Carrefour já havia anunciado que estava a procura de sócios para suas operações locais – e Abilio era um nome natural. 

PUBLICIDADE

A operação pode contemplar uma abertura de capital da subsidiária brasileira na Bovespa. Abilio nos últimos anos perdeu o controle de sua rede, passado para os franceses do Casino, inclusive Jean-Charles Naouri, CEO da empresa e tido como “arquirival” brasileiro. Abilio está disposto a buscar a liderança do varejo no Brasil, e pretende investir para tal. 

Ele admite que o momento não é positivo para investimentos no Brasil, mas diz que pretende permanecer otimista com o novo governo Dilma. Ele não deixou claro se continuará a comprar ações da matriz francesa. 

Abílio é grande acionista e presidente do conselho da BRF. Como a empresa é uma das maiores fornecedoras do Carrefour, surge um conflito de interesses entre as empresas. Não se sabe o que o bilionário fará com suas posições, caso adquira uma parte da operação brasileira da varejista.