A fila anda na carreira, mas como fazê-la andar?

Para fazer a fila andar, primeiramente, entre em contato com amigos, familiares, antigos colegas de trabalho. Ative seu networking

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A insatisfação permeia o dia-a-dia de muitos profissionais. Mas já reparou que tem gente que reclama, reclama, e, no fim das contas, nada faz? Essas pessoas são capazes de permanecer por uma década na mesma empresa que tanto as incomodam.

O gerente da Robert Half, Roberto Britto, afirma que identificar o motivo da insatisfação é o primeiro passo antes de “fazer a fila andar”. Isso porque é possível resolver seus problemas com a empresa atual, por meio do diálogo. Agora, se a situação for mesmo irreversível e o profissional estiver decidido a dar outro rumo à sua carreira, é importante saber do que não gosta, para que não caia na mesma armadilha.

Para exemplificar: supondo que ele esteja desmotivado porque seu chefe é um péssimo líder. Centralizador, burocrata, ameaçador, pouco profissional. Não adianta ir para outra empresa na qual a chefia aja da mesma forma. “Ao escolher a nova empresa, é preciso ter certeza de que não enfrentará o mesmo dilema”, aconselha Britto.

Ninguém está preso

Aprenda a investir na bolsa

O autor do livro “Oh, Mundo Cãoporativo!”, Jerônimo Mendes, ressalta que ninguém deve se sentir preso a empresa alguma. Existem inúmeras boas oportunidades no mercado de trabalho para quem é esforçado e se dedica no dia-a-dia.

“Temos que mudar quantas vezes forem necessárias para achar o equilíbrio, a felicidade“, recomenda ele, ao lembrar que não há dinheiro no mundo que compre a sensação de estar bem consigo mesmo. “Se o trabalho não contribui para o crescimento pessoal e profissional, ou se o profissional não consegue discutir idéias com seu superior de igual para igual, mude”.

O gerente da Robert Half concorda. “Tenha ciência de que não precisa ficar em uma mesma empresa para sempre. Há uma infinidade de empresas boas no mercado, que podem satisfazer as mais diversas expectativas”.

Como fazer a fila andar

Para fazer a fila andar, primeiramente, entre em contato com amigos, familiares, antigos colegas de trabalho. Ative seu networking.

O segundo passo é procurar empresas de recrutamento e seleção. Mas o profissional deve pesquisar quais delas são sérias, idôneas, têm boa estrutura e realmente ajudam. Uma boa idéia é perguntar a conhecidos referências sobre a empresa.

Para quem não dispõe de recursos financeiros, vale lembrar que algumas dessas empresas não cobram dos candidatos, apenas das empresas que disponibilizam as vagas. É o caso da Robert Half, segundo explicação de Britto.

PUBLICIDADE

Além disso, não se pode esquecer que muitas consultorias de recrutamento são focadas em determinados nichos. Algumas somente fazem seleção de executivos, outras de estagiários, por exemplo. Há ainda as especializadas em profissões, que procuram engenheiros, secretárias, advogados, etc.

A última dica: antes de mandar seu currículo a alguma empresa, busque informações e referências sobre ela junto a funcionários atuais e antigos da organização. Pergunte aos profissionais de sua área. É provável que eles saibam algo, pois a má reputação das empresas se espalha rapidamente.