Início da carreira

73% dos profissionais que ocupam cargos de direção iniciaram suas carreiras como estagiários

A experiência adquirida no estágio foi considerada como fundamental para o desenvolvimento da carreira, mostra pesquisa

SÃO PAULO – Apesar de o estágio ter se tornado comum entre os estudantes universitários como início da carreira, alguns ainda se questionam se o trabalho não pode afetar o rendimento nos estudos ou então esperam a faculdade terminar para entrarem no mercado.

Porém, uma pesquisa realizada pela Page Talent confirma que os programas de estágio podem representar o passaporte que um candidato precisa para conquistar cargos mais estratégicos nas empresas.

Segundo o levantamento, 73% dos profissionais que ocupam cargos de direção iniciaram suas carreiras como estagiários.

PUBLICIDADE

Além disso, 71% dos entrevistados foram estagiários na época de faculdade e, desse total, 17% são presidentes, CEOs ou country managers, 6% são vice-presidentes, 27% são diretores-gerais, 27% são diretores, 10% são gerentes- executivos, 10% são gerentes e 3% são gerentes-gerais.

“Participar de um programa de estágio é cada vez mais importante para os jovens estudantes. Quem passa por esse tipo de experiência tem a oportunidade de desenvolver suas habilidades e mostrar a outras pessoas seu potencial e qualidades que poderão ser exploradas ao longo da carreira”, avalia Flávia Queiroz, gerente executiva da Page Talent. “O estágio pode ser a porta de entrada de um futuro promissor”.

A maioria (93%) dos executivos que participaram da pesquisa afirma que a experiência adquirida no estágio foi fundamental para o desenvolvimento da carreira. Mais da metade (64%) informou que não tinha dúvidas sobre qual carreira seguir quando terminou seu estágio e outra maioria (55%) revelou que foi efetivada na empresa assim que seu estágio foi encerrado.