Pães duro

7 bilionários que continuam agindo como se ainda fossem pobres

Lista, compilada pela Business Insider, mostra nomes conhecidos, como Mark Zuckerberg, e desconhecidos como David Cheriton

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Dinheiro não é problema para nenhum deles, mas mesmo assim eles resolveram ter uma vida extremamente comum: são 7 bilionários do setor de tecnologia que enriqueceram muito rápido e simplesmente não deram bola para isso e continuaram a agir como se ainda não tivessem fortunas.

A lista, compilada pela Business Insider, mostra nomes conhecidos, como Mark Zuckerberg, e desconhecidos, como David Cheriton, o professor da Universidade de Stanford que assinou o primeiro cheque para financiar o Google e provavelmente o maior pão-duro da lista. 

Pode ser que alguns deles possuam algumas excentricidades financeiras, como Sergey Brin, fundador do Google e dono de alguns jatinhos. Mas todos eles ainda vivem o dia a dia como se não tivessem dinheiro no bolso. 

PUBLICIDADE

Confira a lista: 

Nome: Mark Zuckerberg
Origem da Fortuna: Facebook
Fortuna: US$ 32,4 bilhões
O que (não) faz com o dinheiro: Zuckerberg é um fenômeno financeiro, com mais bilhões na conta bancária do que anos de vida. Mas é pão duro também: dirigia um Acura TSX e recentemente trocou por um Volkswagen GTI, dois modelos que custam apenas US$ 30 mil. Usualmente usa camisa e um casaco bastante populares. 

Nome: Sergey Brin
Origem: Google
Fortuna:US$ 30,9 bilhões
O que (não) faz: Mesmo sendo dono de alguns jatinhos, Brin é bastante controlado no seu dia a dia. Se sente mal se deixa resto nos seus pratos de comida, compara preços constantemente e faz compras em lojas de desconto. Admite que gostaria de ser menos pão-duro.

Nome: Charlie Ergen
Origem: Dish Networks
Fortuna: US$ 16,3 bilhões
O que (não) faz: Controla todas as despesas dua sua empresa, leva um sanduíche de casa para o trabalho com Gatorade (ele mesmo embrulha) e divide seus quartos de hotel com colegas. Acredita que é pão-duro por conta da infância da mãe na Grande Depressão.

Nome: Azim Premji
Origem: Wipro Limited
Fortuna: US$ 15,4 bilhões
O que (não) faz com dinheiro: O indiano voa de classe econômica e toma taxis de três rodas para o escritório (mais baratos do que carros). Dentro da sua empresa, monitora até o papel higiênico e sempre lembra os funcionários de desligar as luzes antes de sair. Algumas pessoas dizem que Premji faz o Tio Patinhas parecer generoso.

Nome: Pierre Omidyar
Origem: eBay
Fortuna: US$ 8,1 bilhões
O que (não) faz com dinheiro: Depois que percebeu que poderia comprar centenas de carros de luxo, perdeu o interesse em gastar o seu dinheiro.

PUBLICIDADE

Nome: Jam Koum
Origem: WhatsApp
Fortuna: US$ 6,8 bilhões
O que (não) faz com dinheiro: Nascido na Ucrânia, sua família teve problemas após emigrar para os Estados Unidos e ele chegou a se alimentar apenas com ajuda do governo. Este ano, quando estava vendendo o WhatsApp para o Facebook, Koum apressou o negócio para não perder uma viagem para Barcelona. Que ele pagou com milhagens.

Nome: David Cheriton
Origem: Primeiro financiador do Google
US$ 3 bilhões
O que (não) faz com dinheiro: Vive na mesma casa há 30 anos, ainda usa um carro de 1986 da Volkswagen, corta o próprio cabelo e até reutiliza seus pacotes de chá antigos. Acredita que quem tem casas muito luxuosas “possui algum problema”.