Carreira

6 pessoas que têm grande influência na vida do bilionário Warren Buffett

Buffett sempre enfatiza o quão importante é escolher com sabedoria com quem você gasta seu tempo diariamente 

SÃO PAULO – O investidor e CEO da Berkshire Hathaway, Warren Buffett, sempre enfatiza o quão importante é escolher com sabedoria com quem você gasta seu tempo diariamente.

“A direção do seu sucesso é definida de acordo com as pessoas com as quais você associa”, afirmou Buffett em evento na Universidade de Columbia, nos EUA, no início deste ano. “Uma boa dica é se associar com quem você gostaria de ser”.

 Black Friday InfoMoney: sua única chance de comprar nossos cursos com 50% de desconto

PUBLICIDADE

O CNBC selecionou as principais pessoas que inflcuenciam e influenciaram a vida de Buffett em vários aspectos: pessoal, profissional e social. São figuras públicas que o bilionário costuma elogiar sempre e tem admiração por elas.

Confira:

Howard Homan Buffett, pai de Buffett

Buffett revelou que seu pai, Howard Homan Buffett, era seu professor número um. Ele que apresentou ao bilionário os livros e investimentos. “Meu pai estava no negócio de investimentos, então, sempre que eu ia almoçar com ele, pegava todos livros ao redor de seu escritório e começava a ler”, diz Buffett. “Se ele fosse um vendedor de sapatos, eu poderia ser um vendedor de sapatos agora”, conta.

Buffett revela que o amor e apoio que recebeu do pai foi o que impulsionou seu sucesso. “Tudo o que eu fiz ou pensava em fazer, ele apoiava e me incentivava. Não importava quanto dinheiro eu teria. Era apenas: “faça o seu melhor em tudo o que você assumir”, conta Buffett.

Jeff Bezos, fundador da Amazon

PUBLICIDADE

Buffett disse em entrevista ao site que ele não só acha que a Amazon é um comércio eletrônico brilhante, mas também pensa que Jeff Bezos “é o homem de negócios mais notável atualmente”.

“Nós não vemos muitos empresários como ele”, diz Buffett. Ele afirma que Bezos nã criou algo impossível, ou encontrou algo que nem ninguém antes conseguiu, mas “mostrou um talento incrível para os negócios”.

“Eu fiquei impressionado com Jeff desde que ele começou. Nunca pensei que ele fosse chegar onde chegou, ele tinha potencial, mas como desenvolveu a Amazon foi impressionante”, disse Buffett. “Ao mesmo tempo o negócio mexe com o mundo do varejo, também está agitando o mundo da tecnologia. Eu tiro meu chapéu para ele”, afirmou Buffett.

Benjamin Graham, economista

O mentor mais conhecido e um dos “maiores professores” de Buffett é o investidor Benjamin Graham, o pai do Value Investing e o professor mais admirado da universidade Columbia Business School, nos EUA.

“Ben era um professor incrível. Ele era espontaneo e didático.Ele moldou minha vida profissional”, afirmou Buffett. Aos 19 anos, Buffett acidentalmente comprou o livro de Graham, “O Investidor Inteligente”, que ele eventualmente já leu muitas vezes e inspirou sua filosofia e estratégia de investimento.

“O melhor que fiz foi escolher os heróis certos. Tudo vem de Graham”, afirma Buffett.

Charlie Munger, vice-presidente da Berkshire Hathaway

Charlie Munger é o parceiro de negócios e o vice-presidente da Berkshire Hathaway. Ele e Buffett são amigos há quase 60 anos. “Nós fomos parceiros mentais desde o momento em que nos conhecemos”, disse Buffett. “Ele é inteligente, tem um intelecto muito mais amplo do que eu. É magnífico o poder que ele tem de condensar idéias importantes em apenas algumas palavras”, acrescentou.

Buffett e Munger raramente se desentenderam e o bilionário admite ele escuta Munger porque “ele sempre honesto” no que diz. “Toda vez que estou com Charlie, recebo informações e novas ideias que me fazem repensar certas coisas”, disse Buffett ao site.

Bill Gates, fundador da Microsoft

Bill Gates e Buffett são amigos há pouco mais de 26 anos, mas quase não se encontram. Na década de 1990, os pais de Gates o convidaram para um jantar onde queriam que encontrasse Buffett. Apesar de protestar contra o convite, Gates apareceu e conheceu Buffett.

Gates agora é acionista e diretor da Berkshire Hathaway e Buffett doou cerca de US$ 27 bilhões para a Fundação Bill e Melinda Gates e suas outras instituições de caridade. No início deste ano, Bill e Melinda Gates dedicaram a carta anual anual de Buffett para suas contribuições e perspectivas positivas.

Susan Buffett, primeira esposa 

O empresário afirma que na sua vida, houve dois pontos decisivos: “Um quando eu nasci e outro quando conheci Susie”, sua primeira esposa, Susan Buffett.

“Eu fui muito, muito sortudo. Eu era uma pessoa desequilibrada”, revelou Buffett. “Demorou um pouco, mas ela mudou tudo. A convivência com ele, ditou as formas como eu me comporto e vejo o mundo, o que influem nos meus investimentos de jeito ou outro”. Buffett conta que acredita que o casamento é a “parceria final” que determina “a felicidade na sua vida e seu sucesso”.  

Susan Buffett faleceu de câncer em 2004, mas deixou marcas na vida do bilionário. “Basicamente, quando você chegar à minha idade, você realmente medirá seu sucesso na vida por quantas pessoas você ama e por quais você é amado. Susan foi e é tudo para mim”, diz.