Replique

6 coisas que as pessoas bem-sucedidas fazem no tempo livre

Warren Buffett, Albert Einstein e Oprah Winfrey compartilham rotinas semelhantes fora do trabalho  

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Não é só o trabalho que torna as pessoas bem-sucedidas em suas áreas, de acordo com o autor Michael Simmons, que escreve para revistas como Forbes, Fortune, Time e Harvard Business Review. De acordo com ele, existem hábitos compartilhados entre alguns dos nomes mais célebres da história também no tempo livre.

Em seu LinkedIn, o autor publicou alguns dos hábitos cmpartilhados entre pessoas como o megainvestidor Warren Buffett, a apresentadora Oprah Winfrey e o físico Albert Einstein. Confira:

1. Manter um diário

PUBLICIDADE

Steve Jobs dizia que se perguntava diariamente a mesma coisa: “se hoje fosse o último dia da minha vida, eu gostaria de fazer o que estou indo fazer?”. Isso faz parte de uma disciplina rotineira que, segundo Simmons, pode “mudar a sua vida”.

Ele garante que escrever pensamentos e planos ajuda a manter o foco e esclarecer as ideias. Pesquisadores chamam essa atitude de “escrever para aprender”.

2. Cochilar

Revigorantes, cochilos durante o dia, quando dosados, podem aumentar os níveis de aprendizagem, memória, consciência, criatividade e produtividade. O autor se baseia em estudo da Universidade da Califórnia para falar sobre o assunto e garante: Albert Einstein era adepto dessa técnica.

3. Caminhar

Quinze minutos de caminhada por dia são suficientes para melhorar o desempenho em tarefas diárias, diz o especialista. “Charles Darwin fazia duas caminhas por dia: ao meio-dia e às 16h. Após o almoço, Beethoven começava uma caminhada longa e vigorosa, portando lápis e papeis para anotar pensamentos musicais que pudessem lhe ocorrer”, escreve.

PUBLICIDADE

Ele dá outros exemplos. “Outros que tinham e têm a caminhada por hábito incluem Gandhi (uma caminhada longa todos os dias), Jack Dorsey (caminha 8km todas as manhãs), Steve Jobs (fazia uma caminhada longa para falar de assuntos sérios), Tory Burch (45 minutos por dia), Howard Schultz (caminha todas as manhãs), Aristóteles (dava aulas enquanto caminhava), neurologista e autor Oliver Sacks (caminhava depois do almoço) e Winston Churchill (caminhava todas as manhãs, depois de acordar)”.

Além disso, um estudo realizado com adultos acima dos 65 anos mostrou que uma caminhada diária de 15 minutos pode reduzir a mortalidade em 22%.

4. Ler

Manter o hábito da leitura é regra praticamente unânime entre os nomes mais célebres dom mundo. Bill Gates, por exemplo, lê dezenas de livros anualmente – e costuma fazer uma lista todos os anos dos que mais recomenda.

O hábito é capaz de aprimorar a memória, aumentar a empatia e eliminar o estresse, de acordo com o pesquisador.

“Outros leitores famosos incluem os bilionários Mark Cuban (três ou mais horas de leitura por dia), Arthur Blank (mais de duas horas por dia), David Rubenstein (6 livros por semana), Dan Gilbert (uma a duas horas por dia), Oprah Winfrey, Elon Musk (lia dois livros por dia quando era jovem), Mark Zuckerberg (um livro a cada duas semanas), Jeff Bezos e o CEO da Disney, Bob Iger (acorda todos os dias às 4h30 para ler)”, escreve o autor.

5. Conversar entre amigos

Ter pessoas para conversar sobre assuntos diversos ajuda a ter ideias mais robustas e ventilar o cérebro. Ele afirma que algumas das ideias mais incríveis já compartilhadas com a humanidade surgiram em conversas entre bons amigos.

6. Experimentar

O sucesso, para Simmons, é um “resultado direto dos experimentos que você faz”. É necessário, portanto, permitir-se tempo para cometer erros. “Se isso não é encorajador, lembre-se de Thomas Edison. Ele precisou fazer mais de 50 mil experimentos que deram errado para criar a pilha alcalina e mais de 9 mil para aperfeiçoar a lâmpada”, escreve.